A História Natural e a divulgação pedagógica das classificações da quina no final do XVIII, como parte de um programa ilustrado de produção de conhecimento botânico na América espanhola.

Autores

  • Fernando Torres-Londoño Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.14295/rbhcs.v14i28.13450

Palavras-chave:

História Natural, Quina, Classificação

Resumo

Na América Hispânica do fim século XVIII, a história natural foi-se tornando um campo de saber acessível a um público que ia além de uns poucos botânicos e médicos, devido à presença de empreendimentos de comunicação como o periódico Mercurio Peruano, editado em Lima entre 1790 e 1795. Este artigo monstra que a história natural, como um campo de saber definido por um método fundamentado na observação, na experiência e na produção de nomenclaturas, encontrou em produtos nativos, como a quina, a oportunidade de produzir, a partir da América, descobertas, classificações, procedimentos de manipulação e mercadorias, destinadas a contribuir para a glória da Espanha bourbônica. Ao mesmo tempo, e com patriotismo precoce, os jovens do Mercurio Peruano colocavam o continente e os homens que aqui se dedicavam à ciência em pé de igualdade com seus colegas da Europa, projetando a possibilidade de um elo de conhecimento que vinculava a “montanha”, Lima e Madri.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Torres-Londoño, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Fernando Torres Londoño de Bogotá, Colômbia no Brasil desde 1984 e professor da PUC SP desde 1986. Licenciado em Filosofia e Letras com Especialização em História pela Universidad Javeriana de Bogota. Doutor em História Social pela USP. Desde seus tempos da Colômbia pesquisa História das Religiões. Na PUC SP pertence ao departamento de História onde é professor titular, atuando sempre no Curso de História da América antes da Conquista e América Colonial. No programa de Ciência da Religião na PUC SP tem lecionado História das Religiões.  Desde o final dos anos 90 pesquisa História das Missões e das relações entre Povos Indígenas e Missionários no Brasil e na Amazônia da América Espanhola. Desde 2006 esta pesquisa tem contado com o apoio da Bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq. Sua atual pesquisa é sobre as relações dos povos amazônicos e os povos andinos nos séculos XVII e XVIII. É professor colaborador do Mestrado em História da Universidade Federal do Amapá, com a que mantém cooperação de pesquisa sobre História da Amazônia. 

Referências

CLÉMENT, Jean-Pierre. El Mercurio Peruano, 1790-1795. Frankfurt; Vervuert; Madrid: Iberoamericana, 1997. 2 v.

FLECK, Eliane. Entre a caridade e as ciência: a prática missionária e científica da Companhia de Jesus, São Leopoldo, Oikos, Editora Unisinos, 2014.

FOUCAULT, Michel. As palavras e as coisas: uma arqueologia das ciências humanas. São Paulo: Martins Fontes, 2016.

GUIBOVICH PÉREZ, Pedro. Alcances y límites de un proyecto ilustrado: la Sociedad de Amantes del País y el Mercurio Peruano. Histórica, [s.l.], v. 29, n. 2, p. 45-66, mar. 2005. Disponível em: http://revistas.pucp.edu.pe/index.php/historica/article/view/1277. Acesso em: 30 jun. 2021.

HUAMÁN, Lizeth; ALBÁN, Joaquina; CHILQUILLO, Eder. Aspectos taxonómicos y avances en el conocimiento del estado actual del árbol de la quina (Cinchona officinalis L.) En el norte de Perú. Ecología Aplicada, [s.l.], v. 18, n. 2., p. 145-153, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.21704/rea.v18i2.1333. Acesso em: 30 jun. 2021.

MEDINA RODRÍGUEZ, Francisco M. D. Cartas al Director. Precisiones sobre la historia de la quina. Reumatología Clínica, México D.F., v. 3, n. 4, p. 196, 2007. Disponível em: https://doi.org/10.1016/S1699-258X(07)73622-7. Acesso em: 27 maio 2021.

MERCURIO PERUANO DE HISTORIA, LITERATURA, Y NOTICIAS PÚBLICAS QUE DA À LUZ LA SOCIEDAD ACADÉMICA DE AMANTES DE LIMA. Lima: Imprenta Real de los Niños Huérfanos, [1790-1795]. 12 t.

NIETO OLARTE, Mauricio. Historia Natural y la apropiación del Nuevo Mundo en la Ilustración española. Bulletin de l'Institut Français d'Études Andines, v. 32, n. 3, p. 417-429, 2003. Disponível em: https://doi.org/10.4000/bifea.6049. Acesso em: 30 jun. 2021.

OLIVEIRA, Flávia P. G. A cognição do mundo natural americano em Milicia y Descripción de las Indias, de Bernardo de Vargas Machuca. In: ALVIM, Márcia Helena. (org.). Conhecimento, cultura e circulação de ideias. Santo André: UFABC, 2014.

POUPENEY HART, Catherine. Prensa periódica y letras coloniales. Tinkuy: Boletín de Investigación y Debate, n. 14, p. 13, 2010. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=3296406. Acesso em: 30 nov. 2020.

PUCHA-COFREP, Darwin Alexander; RODRIGUEZ OVIEDO, Jennifer Alexandra; REY JUMBO, Yessica Lisbeth; MACAS, María Fernanda; AGUINSACA GOMEZ, Fanny Mireya; CHOCHO TAPIA, Ana Belen. El consumo de Cinchona officinalis L., Ecuador. Bosques Latitud Cero, [s.l.], v. 10, n. 2, p. 161-174, 2020. durante la emergencia sanitaria COVID-19 en la provincia de Loja

PUIG-SAMPER, Miguel Ángel. Las expediciones científicas españolas en el siglo XVIII. Canelobre: Revista del Instituto Alicantino de Cultura Juan Gil-Albert, Madrid, España, n. 57, p. 20-41, 2011. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=4098632. Acesso em: 30 jun. 2021.

RUIZ LÓPEZ, Hipolito. Quinología o Tratado del árbol de la quina o cascarilla, con su descripción y la de otras especies de quinos nuevamente descubiertas en el Perú, del modo de beneficiarla, de su elección, comercio, virtudes, y extracto elaborado con cortezas recientes Madrid, En la Oficina de la Viuda é hijo de Marín, 1792. http://www.cervantesvirtual.com/obra/quinologia-o-tratado-del-arbol-de-la-quina-o-cascarilla-con-su-descripcion-y-la-de-otras-especies-de-quinos-nuevamente-descubiertas-en-el-peru-del-modo-de-beneficiarla-de-su-eleccion-comercio-virtudes-y-extracto-elaborado-con-cortezas-recientes/.

SANTANA, Christine Arndt de. A efervescência das ideias pedagógicas na Ilustração: o verbete “educação” da enciclopédia. Prometeus, [s.l.], n. 26, p. 67-80, 2018.

Downloads

Publicado

2022-09-01

Como Citar

Torres-Londoño, F. (2022). A História Natural e a divulgação pedagógica das classificações da quina no final do XVIII, como parte de um programa ilustrado de produção de conhecimento botânico na América espanhola . Revista Brasileira De História &Amp; Ciências Sociais, 14(28), 325–351. https://doi.org/10.14295/rbhcs.v14i28.13450