Percursos metodológicos das pesquisas em educação, gênero e sexualidade: (re)construindo caminhos a partir da bricolagem

Autores

Palavras-chave:

Gênero, Sexualidade, Bricolagem, Metodologia.

Resumo

As pesquisas de gênero e sexualidade têm se deparado com um conjunto de dilemas metodológicos que vem desfiando pesquisadores/as a buscarem alternativas que sejam coerentes com o próprio formato e objetivos das suas agendas de investigação. O presente artigo busca apresentar o percurso metodológico da nossa Dissertação de Mestrado que foi construído justamente tendo em conta esses dilemas e desafios. A partir das estratégias metodológicas propostas pela Bricolagem, envolvemos gestoras escolares, professoras, professores e estudantes para buscar interpretações a respeito de qual o lugar que as questões de diversidade sexual e de identidade gênero ocupam na gestão das escolas do Ensino Médio da Rede Estadual de Ensino em Caruaru-Pernambuco. Nessa direção, as reflexões e interpretações tecidas na Dissertação apresentada neste trabalho, levaram em consideração as interpretações de um conjunto de participantes, nos possibilitando acessar múltiplas compreensões da questão estudada.

Biografia do Autor

Émerson Silva Santos, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)

Doutorando em Ciências Sociais pelo Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Campina Grande (PPGCS/UFCG). Mestre em Educação Contemporânea pelo Programa de Pós Graduação em Educação Contemporânea da Universidade Federal de Pernambuco (PPGEduc/UFPE).

Downloads

Publicado

2018-10-03

Como Citar

Santos, Émerson S. (2018). Percursos metodológicos das pesquisas em educação, gênero e sexualidade: (re)construindo caminhos a partir da bricolagem. Revista Eletrônica Interações Sociais, 2(1), 7–23. Recuperado de https://periodicos.furg.br/reis/article/view/8057

Artigos Semelhantes

1 2 3 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.