Sociologia escolar e associações científicas: a ABECS como estratégia de luta

Autores

  • Thiago Ingrassia Pereira UFFS

Palavras-chave:

Sociologia escolar. Mobilização política. Associações científicas. ABECS.

Resumo

O percurso curricular da Sociologia na Educação Básica aponta para sua intermitência, desafiando a criação e o desenvolvimento de uma comunidade científica atuante em debates políticos e pedagógicos nesta área do conhecimento. Nesse sentido, esse trabalho procura reconstituir as justificativas, objetivos e desafios que permitiram a construção da Associação Brasileira de Ensino de Ciências Sociais (ABECS), entendida como agremiação inserida na luta política pela inclusão e desenvolvimento da disciplina de Sociologia na Educação Básica. Por meio da análise de documentos da entidade e de revisão bibliográfica pertinente, busca-se reconstruir esse contexto, seus atores e posicionamentos, identificando aspectos que tornam relevante esse espaço inovador. Sugere-se que a ABECS é parte de um esforço coletivo que brota da necessidade histórica de uma nova dinâmica não apenas acadêmica, mas, sobretudo política e de comunicação, inserindo-se em espaços virtuais com potencial dinâmico e mobilizador.

Biografia do Autor

Thiago Ingrassia Pereira, UFFS

Sociólogo, Doutor em Educação (UFRGS), Pós-Doutorando em Educação (Universidade de Lisboa). Profressor da área de Fundamentos da Educação e do PPGPE e PPGICH da UFFS/Erechim.

Downloads

Publicado

2018-02-25

Como Citar

Pereira, T. I. (2018). Sociologia escolar e associações científicas: a ABECS como estratégia de luta. Revista Eletrônica Interações Sociais, 1(2), 18–29. Recuperado de https://periodicos.furg.br/reis/article/view/7674

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.