As diferentes vozes das mulheres do grupo colméia: o corpo gordo feminino

Autores

  • Carla Rosane Mattos Gautério FURG
  • Méri Rosane Santos Silva FURG

Palavras-chave:

Cultura, Mulher, Corpo Gordo

Resumo

O objetivo dessa investigação é analisar as concepções de corpo das mulheres do Grupo Colméia, da cidade de Rio Grande – RS, que se consideram gordas. Como referencial metodológico usou-se os Estudos Culturais e o Grupo Focal serviu como ferramenta para a obtenção das informações, as quais foram analisadas através da Análise de Conteúdo. As narrativas das mulheres demonstraram que elas estão aprisionadas ao poder que controla o corpo através de um ideal de beleza e saúde padronizado. Ser bela para a maioria delas é ter um corpo magro e saudável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Rosane Mattos Gautério, FURG

Graduada no Curso de Educação Física Licenciatura da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), mestranda do Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências: química da vida e saúde (FURG)

Méri Rosane Santos Silva, FURG

Profª. Drª. da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Instituto de Educação, Licenciatura em Educação Física, Programa de Pós Graduação Educação em Ciências: química da vida e saúde (FURG)

Downloads

Publicado

2015-09-02

Como Citar

Gautério, C. R. M., & Silva, M. R. S. (2015). As diferentes vozes das mulheres do grupo colméia: o corpo gordo feminino. Revista Didática Sistêmica, 16(1), 21–33. Recuperado de https://periodicos.furg.br/redsis/article/view/5208

Edição

Seção

Artigo - GTT Corpo, Cultura e Sociedade