O Grupo de Estudos Feminismo Negro: um relato de experiência sobre um projeto de ensino como estratégia de resistência

The Grupo de Estudos Feminismo Negro: an experience report of a teaching project as a resistence stratregy

Autores

Palavras-chave:

Racismo institucional, Resistência, Afetividade, Pedagogia antirracista.

Resumo

Este estudo tem como intenção refletir sobre resistência e afetividade negra no âmbito acadêmico partindo da análise de um grupo de estudos de feminismo negro, ofertado durante dois anos como parte das atividades do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (NEABI) da Universidade Federal do Rio Grande - FURG. O grupo era aberto à comunidade acadêmica e não acadêmica, e pretendia compreender teoricamente as categorias de gênero, raça, sexualidade e classe numa perspectiva interseccional. Ao nos permitirmos compartilhar momentos de reflexões, compartilhamos também vínculos afetivos e importantes mudanças individuais e coletivas. Sabemos que a formação de coletivos e grupos negros são fundamentais tanto à permanência nas instituições quanto às promoções de laços. Assim, o objetivo é entender como as discriminações citadas influenciam a afetividade; e o grupo de estudos tal qual estratégia de existência de discentes e docentes negros e não-negros frente à uma estrutura homogênea e eurocêntrica.

Biografia do Autor

Carine Ortiz Fortes, Universidade Federal do Rio Grande

Estudante do curso de Psicologia na Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Desenvolve atividades e pesquisas dentro do campo das relações etnico-raciais interssecionalizando raça, gênero, sexualidade e classe. Aborda essas categorias enquanto determinantes sociais em saúde.

Cassiane de Freitas Paixão, Universidade Federal do Rio Grande - FURG.

Professora associada da Universidade Federal do Rio Grande. Desenvolve pesquisas sobre a expansão da educação superior no Brasil, questões etnico-raciais no sul do Rio Grande do Sul, ações afirmativas e clubes sociais negros. Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pelotas (1999), mestrado em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004) e doutorado em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2010). Realizou pós doutorado na Universidade Federal da Bahia junto ao grupo de pesquisa "A cor da Bahia", entre 2017 e 2018. Coordenou a especialização, modalidade à distância, no curso de Ensino de Sociologia no Ensino Médio oferecido pela FURG entre 2014 e 2016. É atual coordenadora da Especialização em Sociologia, presencial, na FURG.Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Fundamentos da Sociologia, atuando principalmente nos temas relacionados à sociologia da educação, educação superior, políticas educacionais, universidades e ações afirmativas.

Downloads

Publicado

2021-02-26