Os processos de escolarização na escola normal de Sapiranga/RS (1963-1966)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/rbhcs.v12i24.11163

Palavras-chave:

Memória. História Oral. Escola Normal.

Resumo

O artigo busca compreender como se desenvolveu o processo de escolarização na escola Normal de Sapiranga, entre os anos de 1963-1966, primeiros anos de instalação do curso no município. A pesquisa analisa memórias orais e arquivadas, sob a perspectiva da história cultural e valendo-se da metodologia da história oral e análise documental. O corpus empírico origina-se de documentos produzidos pela metodologia da história oral e excertos de jornais. A memória é analisada como documento e contribui para construção narrativa sobre o processo de implantação e primeiros tempos dessa instituição escolar. A implantação da instituição contribuiu não apenas para formar professores para a cidade, percebe-se a constituição de uma possibilidade de escolarização que modificou culturalmente esse lugar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Edimar de Souza, UCS - UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL

GRADUADO EM HISTÓRIA, MESTRE E DOUTOR EM EDUCAÇÃO PELA UNISINOS

GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA

GRADUANDO EM GEOGRAFIA

PÓS-DOUTORANDO EM EDUCAÇÃO - UNISINOS

PROFESSOR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UCS

Referências

AMARAL, Giana Lange do. A escola complementar de Pelotas: 1929-1943. In: TAMBARA, Elomar; CORSETTI, Berenice (Org.). Instituições Formadoras de Professores no Rio Grande do Sul. Pelotas: UFPel, 2008. p.193-214.

CAMBI, Franco. História da Pedagogia. Tradução de Álvaro Lorencini. São Paulo: Editora UNESP, 1999.

CERTEAU, Michel de. A escrita da história. Tradução de Maria de Lourdes Menezes, Revisão técnica de Arno Vogel. 3. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2011.

CHARTIER, Roger. A história cultural entre práticas e representações. Lisboa: Difel, 1990.

ELÍAS, Norbert. Teoria del símbolo: um ensayo de antropologia cultural. Barcelona: Península, 1994.

FONSECA, Thais Nivia de Lima e. História da Educação e História Cultural. In: FONSECA, Thais Nivia de Lima e; GREIVA-VEIGA, Cynthia. História e Historiografia da Educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

GEVEHR, Daniel Luciano. Deutsche Evangelische Vereinsschule Sapyranga e Genuíno Sampaio: lugares de memória e espaços de formação entre a germanidade e a brasilidade no sul do Brasil. Revista História UNICAP. Pernambuco, PE, v. 2, nº 4, jul./dez. 2015, p.12-26.

GEVEHR, Daniel Luciano. Pelos Caminhos de Jacobina: memórias e sentimentos (res)significados. Tese de Doutorado (Doutorado em História). Programa de Pós-graduação em História, Centro de Ciências Humanas, Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS, São Leopoldo, 2007.

GRAZZIOTIN, Luciane Sgarbi Santos; ALMEIDA, Dóris Bittencourt. Romagem do tempo e recantos da memória. Reflexões metodológicas sobre História Oral. São Leopoldo: Oikos, 2012.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2006.

LOPES, Eliane Marta Teixeira.; FARIA FILHO, Luciano Mendes.; VEIGA, Cynthia Greive. 500 anos de educação no Brasil. 4ª. Ed. Belo Horizonte: autêntica, 2000.

MAGALHÃES, Justino. Um Apontamento metodológico sobre a História das Instituições Educativas. In: SOUZA, C., CATANI, D. (Org.). Práticas educativas, culturas escolares, profissão docente. II Congresso Luso-brasileiro de História da Educação. São Paulo, Escrituras, 1998. p. 51-69.

MORAES, José Geraldo Vinci de; GAMBETA, Wilson. Michel de Certeau: pensador das diferenças. In: REGO, Teresa Cristina et al. (Org.). Memória, história e escolarização. Petropolis, RJ: Vozes, São Paulo, SP: Revista Educação; Editora Segmento, 2011. p.157-182. (Coleção Pedagogia Contemporânea).

QUADROS, Claudemir de. Brizoletas: a ação do governo de Leonel Brizola na educação pública do Rio Grande do Sul (1959-1963).Teias, Rio de Janeiro, ano 2, nº 3, jan/jun 2001, p. 1-12.

RAMOS, Marise Nogueira. O ensino médio ao longo do século XX: um projeto inacabado. In: STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Câmara. (Org.) História e memórias da educação no Brasil, vol. 3: século XIX. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009, p. 229-243.

REVEL, Jacques. Maurice Halbwachs e os primeiros Annales. In: REVEL, Jacques. Proposições: ensaios de história e historiografia. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2009. p. 47-72.

SANFELICE, José Luís. O Estado e política educacional do regime militar. In: SAVIANI, Dermeval (Org.). Estado e políticas educacionais na história da educação brasileira. Vitória: Edufes, 2011.

SAPIRANGA. Lei Municipal n. 5.636, de 25 de junho de 2015. Institui o Plano Municipal de Educação – PME, para período de 2015-2025, e dá outras providências. Sapiranga, RS, 25 de junho de 2015.

SCHNEIDER, Regina Portella. A instrução pública no Rio Grande do Sul. 1770-1889. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS/EST Edições, 1993.

SOUZA, Rosa Fátima de. História da organização do trabalho escolar e do currículo no Século XX: ensino primário e secundário no Brasil. São Paulo: Cortez, 2008.

SOUZA, Rosa Fátima de. Alicerces da pátria: história da escola primária no estado de São Paulo (1890-1976). Campinas, SP: Mercado das Letras, 2009.

TAMBARA, Elomar. Escolas formadoras de professores de séries iniciais no Rio Grande do Sul. Notas introdutórias. In: TAMBARA, Elomar; CORSETTI, Berenice (Org.). Instituições Formadoras de Professores no Rio Grande do Sul. Pelotas: UFPel, 2008. p. 13-39.

TAUNARI, Leonor Maria. História da formação de professores. Revista Brasileira de Educação, USP, maio/jun/jul/ago, 2000, n. 14, p. 61-88.

VIDAL, Diana Gonçalves. Instituições escolares no Brasil: conceito e reconstrução histórica: Por uma ampliação da noção de documento escolar. In: NASCIMENTO, Maria Isabel Moura et al. (Org.). Instituições escolares no Brasil: conceito e reconstrução histórica. Campinas, SP: Autores Associados: HISTEDBR; Sorocaba, SP: UNISO; Ponta Grossa, PR: UEPG, 2007.

WERLE, Flávia. Escola Complementar como espaço de formação. Revista Veritas. PUC. Porto Alegre, v. 42, n. 2, junho 1997, p. 307- 316.

Fontes

Arquivos

Arquivo do Instituto de Educação Estadual Sapiranga (AIEES)

Arquivo do Museu Municipal Adolfo Evaldo Lindenmeyer (AMMAEL)

Jornais

O FERRABRAZ. Escola Normal Regional. 23 de fevereiro de 1963, capa.

FOLHA DE SAPIRANGA. Escola Normal Regional de Sapiranga – RGS. 16 de setembro de 1962. p. 6 FOLHA DE SAPIRANGA. Escola Normal também de 2º Ciclo. 08 de novembro de 1962, p.4.

FOLHA DE SAPIRANGA. Sapiranga reclama uma Escola Normal. 15 de abril de 1962, capa.

Entrevista

GERHARDT, Renilda Adi [75 anos]. [ago.2015]. Entrevistador: autor, Campo Bom.

SANTOS, Érica Berg [85 anos]. [set. 2015]. Entrevista: autor, Sapiranga.

Downloads

Publicado

2020-12-11

Como Citar

Souza, J. E. de. (2020). Os processos de escolarização na escola normal de Sapiranga/RS (1963-1966). Revista Brasileira De História &Amp; Ciências Sociais, 12(24), 371–395. https://doi.org/10.14295/rbhcs.v12i24.11163