“A exclusão no papel”: a vida na periferia presente nos fanzines punks de São Paulo (anos 1980 e 1990).

Gustavo dos Santos Prado

Resumo


Pretende-se, neste artigo, discutir as formas que o movimento punk de São Paulo representou a vida no subúrbio. Para tanto, o texto usa como fonte fanzines punks que foram produzidos na cidade nos anos de 1980 e 1990: “Vítimas do Sistema” (1991), “O Despertar Libertário” (1990), “Os explorados” (1984), “Nervoso Exposto” (1991), “Chantagem Ocasional” (1991), “Sp. Punk” (1982). 


Palavras-chave


Punks. Fanzines. Periferia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de História & Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional 

Desde 07 de março de 2009

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia