Bibliotecas Universitárias como espaços de aprendizagem

Marcos Leandro Freitas Hubner, Ana Carolina Araujo Kuhn

Resumo


As bibliotecas são espaços de preservação do patrimônio intelectual, literário, artístico e científico das sociedades e apresentam uma relação indissociável com as universidades. O presente artigo propõe uma reflexão sobre as bibliotecas universitárias enquanto espaços de aprendizagem. Reflexão teórica acerca dos conceitos de biblioteca e aprendizagem, a partir de revisão bibliográfica. A fundamentação teórica sobre o processo de aprendizagem baseou-se nos estudos de Lev Vygotsky e as análises sobre a biblioteca como um espaço de aprendizagem sustentam-se em diversos autores das áreas da Biblioteconomia, Ciência da Informação e Educação. Biblioteca universitária relaciona-se intrinsicamente com a pesquisa e o processo de ensino e aprendizagem, através do desenvolvimento de atividades de mediação junto aos usuários na busca pela informação e na transformação desta em conhecimento. Dentre os diversos ambientes não formais de aprendizagem, a biblioteca universitária destaca-se, pois há intencionalidade no seu uso, ou seja, as pessoas que a frequentam, o fazem por vontade e iniciativa próprias.

Palavras-chave


Biblioteca universitária; Espaços de aprendizagem; Aprendizagem; Aprendizagem não formal.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMADA, Magda; BLATTMANN, Ursula. Biblioteca no ambiente educacional e a sociedade da informação. Apresentação oral apresentada por Magda Almada no XIV SNBU, Salvador (Bahia) dia 24 de outubro de 2006, às 17h30min. Eixo temático: As redes e virtualidades da pesquisa acadêmica - Sala Violeta - Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2011.

ANZOLIN, Heloisa Helena; CORREA, Rosa Lydia Teixeira . Biblioteca universitária como mediadora na produção de conhecimento. Revista Diálogo Educacional (PUCPR), Curitiba, v. 8, p. 801-817, 2008. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2011.

APPLETON, Leo; STEVENSON, Valerie; BODEN, Debbi. Developing learning landscapes: academic libraries driving organisational change. Reference Services Review, Ann Arbor (USA), v. 39, n. 3, p. 343-361, 2011. . Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2013.

BARATIN, Marc; JACOB, Christian (orgs). O poder das bibliotecas: a memória dos livros no ocidente. 3.ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2008.

BARROS, Ricardo Paes; MENDONÇA, Rosana. Investimentos em educação e desenvolvimento econômico. Texto para discussão 525. Rio de Janeiro: IPEA, 1998. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2013.

BENNETT, Scott. First questions: for designing higher education learning spaces. The Journal of Academic Librarianship, Ann Arbor (USA), 2007, v. 33, n. 1, p. 14-26. Disponível em: < http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S009913330600156X >. Acesso em: 15 jul. 2012.

BENNETT, Scott. Learning behaviors and learning spaces. Libraries and the Academy, Baltimore (USA), v. 11, n. 3, p. 765-789, 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2012.

BENNETT, Scott. Libraries and learning: a history of paradigm change. Libraries and the Academy, Baltimore (USA), v. 9, n. 2, p.181-197, 2009. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2012.

BENNETT, Scott. The choice for learning. The Journal of Academic Librarianship, Ann Arbor (USA), v. 32, n. 1, p. 3-13, 2006. Disponível em: < http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0099133305001308 >. Acesso em: 15 jul. 2012.

BENNETT, Scott. The information or the learning commons: which will we have?. The Journal of Academic Librarianship, Ann Arbor (USA), v. 34, n.3, p.183-185, 2008. Disponível em: < http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0099133308000311>. Acesso em: 15 jul. 2012.

BOTH, Katherine. Bibliotecas Universitárias: análise da organização, flexibilidade e adaptabilidade dos seus espaços. 2012. 472 p. Dissertação (Mestrado) - Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa, 2012. Disponível em: . Acesso em 15 out. 2013.

CAMPELLO, Bernadete Santos et al. A biblioteca escolar: temas para uma prática pedagógica. 2.ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

CAMPELLO, Bernadete Santos. Letramento informacional: função educativa do bibliotecário na escola. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

CARPINTEIRO, Cristiane Neli de Carvalho. A Biblioteca universitária como espaço de aprendizagem e de formação do aluno pesquisador. 2004. 159 f. Dissertação (Mestrado) - UNIFEI, Itajubá, 2004. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2011.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. 3.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998-2000. 2 v.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. 2.ed. Rio de Janeiro: Difel, 2002.

CHARTIER, Roger. (Org.). Práticas da leitura. São Paulo: Estação Liberdade, 1996.

COLOMBO, Sonia Simões; RODRIGUES, Gabriel Mario. Desafios da gestão universitária contemporânea. Porto Alegre, RS: Artmed, 2011. Disponível em: . Acesso em: 13 ago. 2013.

COLOMINA, Rosa; ONRUBIA, Javier. Interação educacional e aprendizagem escolar: a interação entre alunos. In: COLL, César; PALACIOS, Jesús; MARCHESI, Alvaro. Desenvolvimento psicológico e educação. 2.ed. Porto Alegre: Artmed, 2004. v. 2, p. 280-293.

CUNNINGHAM, Heather V., TABUR, Susanne. Learning space attributes: reflections on academic library design and its use. Journal of Learning Spaces, Grensboro, v. 1, n. 2, 2012. Disponível em: < https://libjournal.uncg.edu/index.php/jls/article/view/392/287>. Acesso em: 13 ago. 2013.

DONKAI, Saori; TOSHIMORI, Atsushi; MIZOUE, Chieko. Academic libraries as learning spaces in Japan: toward the development of learning commons. The International Information & Library Review, London, v. 43, n. 4, p. 215-220, dez. 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2012.

DUARTE, E. N.; SILVA, A. K. A biblioteca universitária como organização do conhecimento: do modelo conceitual às práticas. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 13, 2004, Natal. Anais... Natal: Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2004. 1 CD-Rom.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana. A information literacy e o papel educacional das bibliotecas. 2001. 187 f. Dissertação (Mestrado) - USP, São Paulo, 2001. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2011.

ELBESHAUSEN , Hans. Knowledge in dialogue: empowerment and learning in public libraries. Journal of Information, Communication and Ethics in Society, London, v. 5, n. 2/3, p. 98-115, 2007. Disponível em: < http://www.emeraldinsight.com/journals.htm?articleid=1631540>. Acesso em: 13 ago. 2013.

FERNÁNDEZ-MARTÍNEZ, Luis Maria. La biblioteca universitaria y el espacio europeo de Educación Superior. Boletín de ANABAD, Madrid, n. 4, oct.-dic. p. 93-101. 2004. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2011.

FINO, Carlos Nogueira. Vygotsky e a Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP): três implicações pedagógicas. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 14, n. 2, p. 273-291, 2001. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2013.

FISCHER, Biddy. Do libraries aid learning? Approaches and methods for measuring impact. A report of the LIRG/SCONUL seminar, 9-10 December 2002, Scarborough, 2003. Library and Information Research, London, v. 27, n. 85, p. 22-25, Spring 2003. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2011.

FORREST, Charles. Academic Libraries as Learning Spaces: library effectiveness and the user experience. Georgia Library Quarterly, Georgia, v. 46, n. 3, art. 4, 2009. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2013.

FRAGOSO, Graça Maria; DUARTE, Rogério. Livro, leitura, biblioteca ... uma história sem fim. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 9, p. 166-170, 2004. Disponível em: < http://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/383>. Acesso em: 17 set. 2011.

FRAGOSO, Graça Maria. Biblioteca na escola. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v.7, n.1, p.124-131, 2002. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2014.

FUJINO, Asa. Ensino com pesquisa: nova abordagem pedagógica em informação científica e tecnológica (ICT). In: RODRIGUES, Mara Eliane Fonseca; CAMPELLO, Bernadete Santos (orgs.). A (Re)significação do processo de ensino/aprendizagem em Biblioteconomia e Ciência da Informação. Niterói: Intertexto; Rio de Janeiro: Interciência, 2004.

GOHN, Maria da Glória. Educação não-formal, participação da sociedade civil e estruturas colegiadas nas escolas. Ensaio: aval.pol.públ.Educ., Rio de Janeiro, v. 14, n. 50, p. 27-38, mar. 2006 . Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ensaio/v14n50/30405.pdf >. Acesso em: 27 Abr. 2013.

GOMES, Henriette Ferreira. Práticas pedagógicas e espaços informacionais da universidade: possibilidades de integração na construção do espaço crítico. 2006. 371 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Educação, 2006.

Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2012.

HATSCHBACH, M. H. de L. Information literacy: aspectos conceituais e iniciativas em ambiente digital para o estudante de nível superior. 2002. 109 f. Dissertação (Mestrado) – IBICT-UFRJ/ECO, Rio de Janeiro, 2002. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2011.

JUCEVICIENE, P.;TAUTKEVICIENE, G. Triangle of Competences" as one of the basic characteristics of the university library learning environment. European Conference on Educational Research, Lisbon. Proceedings ... Lisbon: European Educational Research Association, 2002, p. 1-9. Disponível em: http://www.leeds.ac.uk/educol/documents/00002343.htm>. Acesso em: 11 set. 2011.

JUCEVICIENE, P.; TAUTKEVICIENE, G.. Academic library as a learning environment: how do students perceive it? Paper presented at the European Conference on Educational Research, University of Hamburg. Proceedings ... Hamburg: European Educational Research Association, September 2003, p. 17-20,. Disponível em: http://www.leeds.ac.uk/educol/documents/00003274.htm>. Acesso em: 11 set. 2011.

JUCEVICIENE, P.; TAUTKEVICIENE, G.. The library learning environment as a part of university educational environment Paper presented at the European Conference on Educational Research, University of Crete. Proceedings ... Crete: European Educational Research Association, September 2004, p. 22-25. Disponível em: http://www.leeds.ac.uk/educol/documents/00003737.htm>. Acesso em: 11 set. 2011.

KUHLTHAU, Carol Collier. Como orientar a pesquisa escolar: estratégias para o processo de aprendizagem. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

KUHLTHAU, Carol Collier. Learning in Digital Libraries: An Information Search Process Approach. Library Trends, New Brunswick, v. 45, n. 4, Spring 1997, p. 708-724. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2013.

KUHLTHAU, Carol Collier. O papel da biblioteca escolar no processo de aprendizagem. In: VIANNA, Márcia Milton; CAMPELLO, Bernadete; MOURA, Victor Hugo Vieira. Biblioteca escolar: espaço de ação pedagógica. Belo Horizonte: EB/UFMG, 1999. p. 9-14. Disponível em: http://gebe.eci.ufmg.br/downloads/103.pdf . Acesso em: 15 out. 2013‎.

LEITÃO, Bárbara Julia Menezello. Avaliação qualitativa e quantitativa numa biblioteca universitária: grupos de foco. Rio de Janeiro: Interciência, 2005.

LÜCK, Esther Hermes et al. A biblioteca universitária e as diretrizes curriculares do ensino de Graduação. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 11., 2000, Florianópolis. Anais eletrônicos... Florianópolis: UFSC, 2000. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2011.

MARTINS, Maria de Fátima Castanheira. Representações das crianças em relação às bibliotecas como espaços de aprendizagem. Lisboa: Universidade de Lisboa, 2010.

MOLL, Luis C. Vygotsky e a educação: implicações pedagógicas da psicologia sócio-histórica. Porto Alegre: Artmed, 1996.

MOREIRA, Marco Antonio. Teorias de aprendizagem. São Paulo: EPU, 1999.

NICO, Bravo. Práticas educativas e aprendizagens formais e informais: encontros entre cidade, escola e formação de professores. In: BRAGANÇA, Inês et al (Orgs.). Vozes da Educação: memórias, histórias e formação de professores. Petrópolis: DP et Alii Editora, 2008. p. 197-206.

OLIVEIRA, Marta Kohl de; VIGOTSKY, Lev Semenovich. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento um processo sócio-histórico. 5.ed. São Paulo: Scipione, 2010-. Disponível em: . Acesso em: 24 nov. 2011.

PELA, Mary Arlete Payão. A biblioteca universitária, espaços formativos e inclusão: a perspectiva de graduandos com deficiência visual. 2006. 93 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Cidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2011.

PEREZ RODRIGUEZ, Yudit; MILANES GUISADO, Yusnelkis. La biblioteca universitaria: reflexiones desde una perspectiva actual. ACIMED, Ciudad de La Habana, v. 18, n. 3, sept. 2008 . Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2011.

ROSA, P. R. da S. Instrumentação para o Ensino de Ciências. Campo Grande: Editora UFMS, 2011. v. 1.

SILVA, Chirley C. M., et al. Serviço de coleções especiais da biblioteca da Universidade Federal de Santa Catarina: estágio curricular. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 9, p. 134-140, 2004. Disponível em: < http://www.acbsc. org.br/revista/ojs/ viewarticle.php?id=102> Acesso em: 17 set. 2011.

SILVA, Edilene Maria da. A influência das políticas de informação científica. 2009. 116 f. Dissertação (Mestrado) - UFPB, João Pessoa, 2009a. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2011.

SIMONS, K.; YOUNG, J.; GIBSON, C. The Learning Library in Context:

Community, Integration, and Influence. Research Strategies, Amsterdam, n.17, p. 123-132, 2000. Disponível em: < http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0734331000000367>. Acesso em: 12 nov. 2011.

SOUSA, Margarida Maria De. A biblioteca universitária como ambiente de aprendizagem no ensino superior. 2009. 90 f. Dissertação (Mestrado) - USP, São Paulo, 2009. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2011.

VAN DER VEER, René; VALSINER, Joan. Vygotsky uma síntese. São Paulo: Loyola, 1996.

VARELA, Aída. Informação e construção da cidadania. Brasília: Thesaurus, 2007.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. Imagination and Creativity in Childhood. Journal of Russian and East European Psychology, Armonk (USA), v. 42, n. 1, p. 7-97, 2004. Disponível em: http://lchc.ucsd.edu/mca/Mail/xmcamail.2008_03.dir/att-0189/Vygotsky__Imag___Creat_in_Childhood.pdf. Acesso em: 15 out. 2013

VYGOTSKY, Lev Semenovich. Pensamento e linguagem. 2.ed. São Paulo: M. Fontes, 1998.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. Psicologia pedagógica. Porto Alegre, RS: Artmed, 2003.

VYGOTSKY, Lev Semenovich; COLE, Michael. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 6.ed. São Paulo: M. Fontes, 1998.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. In: VYGOTSKY, Lev Semenovich; LURIA, Alexander Romanovich; LEONT'EV, Aleksei Nikolaevich. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. 7.ed. São Paulo: Ícone, 2001. p. 103-119.




DOI: https://doi.org/10.14295/biblos.v31i1.6509

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ