Padronização do inóculo de diferentes espécies de lactobacillus

Autores

  • Renata Aguirre Trindade Universidade Federal do Rio Grande
  • Adriel Penha Munhoz
  • Fernanda Alves Germano Gautério
  • Carlos André Veiga Burkert

Palavras-chave:

bactérias ácido-láticas, densidade ótica, inoculação

Resumo

O preparo do inóculo representa um ponto crucial de um cultivo microbiano, pois é necessário o estabelecimento de uma densidade ótica (DO) adequada, que garanta a inoculação de micro-organismos na fase exponencial de crescimento e a padronização do procedimento,essenciais para a reprodutibilidade dos experimentos. Neste estudo, a DO de nove diferentes cepas de Lactobacillus, pertencentes a oito espécies, foi acompanhada durante o preparo do inóculo, em cultivos sem e com agitação (150 rpm). A diferença da DO para o inóculo com e sem agitação de um modo geral não foi expressiva, provavelmente pela característica microaerófila de Lactobacillus. O valor estabelecido para a DO foi 1,0, pois todas as bactérias encontravam-se na fase exponencial neste valor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2020-06-09

Como Citar

Trindade, R. A., Munhoz, A. P., Gautério, F. A. G., & Burkert, C. A. V. (2020). Padronização do inóculo de diferentes espécies de lactobacillus. VETOR - Revista De Ciências Exatas E Engenharias, 27(2), 28–37. Recuperado de https://periodicos.furg.br/vetor/article/view/7067

Edição

Seção

Artigos