Empreendedorismo nas políticas educacionais e nas escolas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/reis.v7i1.15829

Palavras-chave:

Educação empreendedora, Itinerários formativos, Contrarreforma do Ensino Médio

Resumo

Neste artigo procuramos demonstrar, numa perspectiva histórico-crítica, como o empreendedorismo se manifestou dentro das políticas educacionais e na escola a partir das contrarreformas do Estado brasileiro iniciadas na última década do século XX. Nossas análises são sustentadas no materialismo histórico-dialético enquanto método para compreensão da realidade. O empreendedorismo vai aos poucos se inserindo nas políticas e currículos educacionais, através da articulação do SEBRAE com o Estado brasileiro, até se estabelecer como um eixo estruturante dos itinerários formativos previsto pela contrarreforma do Ensino Médio e pelas atualizações das DCNEM. Esse movimento em prol da chamada “cultura empreendedora”, principalmente sobre a direção do SEBRAE, tem repercussão nas práticas docentes dentro da escola. Concluímos que essa formação para o empreendedorismo tem alterado as práticas pedagógicas e a formação dos estudantes.

Biografia do Autor

Ramon Magalhães Mendes da Costa Magalhães , UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Atualmente é Professor de Ensino Superior da Universidade do Estado de Minas Gerais, Campus Carangola/MG, e da rede municipal de educação de Duque de Caxias, e Doutor em Educação pelo Programa de Pós graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (PPGEDUC-UFRRJ).

Rodrigo de Azevedo Cruz Lamosa

Professor Adjunto do Departamento Educação e Sociedade da UFRRJ

Doutor em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Referências

ARAUJO, F. F. C. Educação empreendedora: possibilidades e limites de relação com o currículo do ensino médio. 2018. 115 fl. Dissertação (mestrado) – Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2018.

BRASIL. Lei Nº 13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Brasília: Diário Oficial da União, seção 1, nº35, 2017a. Disponível em: http://prograd.uesb.br/proreitorias/prograd/wp-content/uploads/lei_da_reforma_do_ensino_medio.pdf Acesso em: 07 de jan. 2018.

BRASIL. Parecer CNE/CEB nº 3, de 8 de novembro de 2018. Atualização das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio, observadas as alterações introduzidas na LDB pela Lei nº 13.415/2017. Brasília: Ministério da Educação, 2018a. Disponível em: https://abmes.org.br/legislacoes/detalhe/2636/parecer-cne-ceb-n-3. Acesso em: 20 mai. 2020.

BRASIL. RESOLUÇÃO Nº 3, DE 21 DE NOVEMBRO DE 2018. Atualiza as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, 2018b. Disponível em: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/51281622 Acesso em: 20 mai. 2020.

BRASIL. PORTARIA Nº 1.432, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2018. Estabelece os referenciais para elaboração dos itinerários formativos conforme preveem as Diretrizes Nacionais do Ensino Médio. 2018c. Disponível em: https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/70268199 Acesso em: 11 mar. 2021.

CAMARGO, G. B. O Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos do SEBRAE e a divulgação do empreendedorismo na educação. Cascavel-PR. Universidade Estadual do Oeste do Paraná/UNIOESTE – Campus de Cascavel, 2018. (Dissertação de Mestrado em Educação). Disponível em: http://tede.unioeste.br/handle/tede/3840 Acesso em: 6 jan. 2021.

CASTRO. L. F. “Aprender a empreender”: o projeto de educação do SEBRAE para a educação básica pública. Juiz de Fora - MG. Universidade Federal de Juiz de Fora, 2019. (Dissertação de Mestrado em Educação). Disponível em: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/10264 Acesso em: 6 jan. 2021.

COA, M. Educação para o empreendedorismo como estratégia para formar um trabalhador de novo tipo. Revista LABOR, nº 9, v.1, 2013. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/6609/4833 Acesso em: 12 de out. 2017.

COUTINHO, C. N. A época neoliberal: revolução passiva ou contra-reforma?. Revista Novos Rumos, [S. l.], v. 49, n. 1, 2012. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/2383 . Acesso em: 15 jan. 2023.

CRUZ, M. C. Empreendedorismo na escola: uma análise crítica do curso “Jovens Empreendedores Primeiros Passos”. Florianópolis-SC. Universidade Federal de Santa Catarina, 2018. (Dissertação de Mestrado em Educação). Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/198664 Acesso em: 6 jan. 2021.

DELORS, J. Educação: um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. São Paulo: Cortez, 1998.

DIAS, G. P. Educação e Empreendedorismo: Uma “nova” noção para a (con) formação humana aos interesses do capital. Estudos do Trabalho. Revista da RET Rede de Estudos do Trabalho. Ano I, n. 1, 2007. Disponível em: http://www.estudosdotrabalho.org/Dias_RET01.pdf Acesso em: 6 jan. 2021.

DIAS, G. P. Empreendedorismo e educação física: reflexões à sua apreensão/implementação na formação humana. Motrivivência, Ano XXII, nº 35, p. 147-165 dez./2010. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/19731 Acesso em: 12 de jul. 2018.

DIAS, G. P. Empreendedorismo, educação e sociabilidade: a radicalização do indivíduo como sócio majoritário de si. Juiz de Fora - MG. Universidade Federal de Juiz de Fora, 2019. (Tese de Doutorado em Educação). Disponível em: http://repositorio.ufjf.br:8080/jspui/handle/ufjf/10755 Acesso em: 22 de out. 2020.

DIAS, V. T. A “miséria” da educação: análise de um manual de “empreendedorismo” do SEBRAE para professores do ensino fundamental. Século XXI, Revista de Ciências Sociais, v.8, no 1, p.379-416, jan./jun. 2018. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/seculoxxi/article/view/35678 Acesso em: 6 jan. 2021.

KOSIK, K. Dialética do Concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

LIBERATO, A. C. T. O saber empreendedor docente: a experiência do Projeto Despertar - parceria SEBRAE-RN / SEEC-RN. Natal-RN. Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, 2016. (Tese de Doutorado em Educação). Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23054 Acesso em: 6 jan. 2021.

MAGALHÃES, R. M. DA C.; LAMOSA, R. DE A. C. A ofensiva do SEBRAE sobre o Ensino Médio. Revista Labor, v. 1, n. 25, p. 121-142, 27 abr. 2021. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/62709 Acesso em: 16 jan. 2023.

MALVESTITI, M. L; CASTRO, O. M. R.; REZENDE, T. A. Capacitação empresarial – novas demandas, grandes desafios. In: SANTOS, Carlos Alberto (org.). Pequenos Negócios: desafios e perspectivas. Avanços 2011- 2014. Brasília: SEBRAE, p. 31-48, 2014.

NOZAKI, H. T. Políticas educacionais no movimento das mudanças no mundo do trabalho: o caso do trabalho do professor de educação física. In: SOUZA, M. S.; RIBAS, J. F. M.; CALHEIROS, V. C (Org,). Conhecimento em educação física: no movimento das mudanças do mundo do trabalho. Santa Maria: Editora da UFSM, 2015, p.60-79.

PANDOLFI, M. A.. “Admirável mundo do empreendedorismo”: adoção do empreendedorismo como princípio educativo no curso técnico em Administração do Instituto Federal do Espírito Santo, 2015. 338 fl. Tese de doutorado, Universidade Federal de São Carlos/RS, 2015.

PREALC. Programa de Reforma Educativa da América Latina e Caribe. PRELAC, uma trajetória para Educação para a Todos. Panorama Socioeducacional: cinco visões sugestivas para a América Latina e Caribe. Revista PRELAC. Santiago: Escritório Regional de Educação da Unesco para a América Latina e Caribe. Ano 1, n. 0, ago. 2004.

RAIMANN, E. G. Concepções de trabalho e profissionalização docente: sua redução à ação empreendedora. Tese de Doutorado (Doutorado em Educação) Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015. Disponível em: https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/13688/1/ConcepcoesTrabalhoProfissionalizacao.pdf Acesso em: 11 jan. 2021

SANTOS, A. F. T. Pedagogia do mercado: neoliberalismo, trabalho e educação no século XXI. Rio de Janeiro: Ibis Libris, 2012. 216 p.

SEBRAE. Empreendedorismo no currículo do Ensino Médio. 2020 Disponível em: https://cer.sebrae.com.br/wp-content/uploads/2020/07/Empreendedorismo-no-curri%CC%81culo-do-Ensino-Me%CC%81dio.pdf Acesso em: 11 mar. 2021

SEBRAE. A Reforma do Ensino Médio: o que é e como pode impactar a educação empreendedora. s/d.1. Disponível em: https://materiais.cer.sebrae.com.br/reforma-do-ensino-medio Acesso em: 11 jan. 2021.

SEBRAE. Itinerários Formativos: entenda o que são e como impactam os currículos de ensino médio. s/d.2 Disponível em: https://materiais.cer.sebrae.com.br/itinerarios-formativos Acesso em: 11 mar. 2021.

SILVA, M. R. A BNCC da reforma do ensino médio: o resgate de um empoeirado discurso. Educação em Revista. Belo Horizonte, v. 34, 2018. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982018000100301&lng=pt&nrm=iso . Acesso em: 10 jul. 2020.

Downloads

Publicado

2024-04-02

Como Citar

Mendes da Costa Magalhães , R. M., & de Azevedo Cruz Lamosa, R. (2024). Empreendedorismo nas políticas educacionais e nas escolas. Revista Eletrônica Interações Sociais, 7(1), 10–27. https://doi.org/10.14295/reis.v7i1.15829

Artigos Semelhantes

<< < 1 2 3 4 5 6 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.