Indústrias criativas no segmento da moda: distribuição dos vínculos por sexo e escolaridade na Região Metropolitana de Porto Alegre em 2008 e 2017

Margarete Panerai Araujo, Moisés Waismann, Judite Sanson de Bem

Resumo


A moda é um dos maiores segmentos produtivos das indústrias criativas. Ela representa um vasto campo de produção e emprego, com ocupações mais ou menos intensivas em capital. As atividades são desempenhadas por ambos os sexos, mas em proporções muito diferentes. A Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA) tem em sua extensão 34 municípios com características distintas quanto à composição de atividades que compõem este segmento criativo. A presença feminina é motivo de discussão, pois há disparidades, quanto ao número e a sua formação, escolaridade. Assim, o objetivo deste artigo é fazer algumas considerações iniciais sobre a presença da mulher nas diferentes atividades que compõem a moda na RMPA em dois anos, 2008 e 2017. Metodologicamente o trabalho é uma pesquisa descritiva, com o uso de referências, que discutem a temática, bem como, os dados do Ministério da Economia, RAIS. Entre outros, percebe-se que as mulheres representam mais de 50% do número de trabalhadoras deste segmento e, ainda são menos escolarizadas que os homens que executam as mesmas atividades.


Palavras-chave


Indústrias criativas; Moda; Mulheres; Escolarização.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/rbhcs.v11i22.10858

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional 

Desde 07 de março de 2009

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia