Republicanos históricos, divergências internas e destinos sociais: a atuação política dos fundadores de duas entidades de propaganda republicana da cidade de Paranaguá (Estado do Paraná, 1881-1920)

Sandro Aramis Richter Gomes

Resumo


Este artigo comporta uma investigação a respeito dos destinos sociais e políticos dos fundadores de duas entidades de propaganda republicana criadas na cidade paranaense de Paranaguá nos anos de 1881 e 1887. O objetivo deste estudo é a produção de um conhecimento sobre os limites da inserção de republicanos históricos na vida política do Estado do Paraná durante a Primeira República. São aqui fundamentados três argumentos. Primeiro, é demonstrado que a unidade política dos criadores dessas entidades foi efêmera. Segundo, é destacado que, em sua maior parte, os membros desses órgãos republicanos não desenvolveram uma carreira partidária. Eles não obtiveram relevante espaço nos partidos políticos e nos esquemas de nomeações para cargos públicos. Terceiro, é evidenciado que os poucos republicanos históricos daquele município que exerceram mandatos após 1889 tornaram-se lideranças políticas de projeção limitada ao âmbito municipal.


Palavras-chave


Clubes republicanos; Política paranaense; Primeira República

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional 

Desde 07 de março de 2009

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia