Tradição e modernidade: as bandas civis em Campos dos Goytacazes

Karina Barra Gomes, Simonne Teixeira

Resumo


Este artigo tem como tema principal as centenárias sociedades musicais em Campos dos Goytacazes (RJ) e se propõe, a partir de um recorrido histórico sobre suas origens no Município, refletir desde o campo das políticas culturais sobre o caráter social destas instituições na atualidade. Neste sentido, buscamos compreender os processos de formação da identidade dos músicos tecida nos espaços de produção de cultura local, ao mesmo tempo em que almejamos compreender os processos de construção de memória que dão sustentação à sobrevivência destas agrupações musicais. A permanência das bandas civis no cenário musical do Município expressa sua capacidade de assimilar a modernidade como forma de resistência, sem perder os elementos que as estruturam: a identidade, a memória e a solidariedade.

Palavras-chave: Bandas Civis. Políticas Culturais. Identidade. Memória. Campos dos Goytacazes.


Palavras-chave


Bandas Civis; Políticas Culturais; Identidade; Memória; Campos dos Goytacazes

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional 

Desde 07 de março de 2009

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia