João Baitinga: análise sobre protagonismo histórico, a partir da trajetória de um índio (Bahia, 1804-1857).

André de Almeida Rego

Resumo


O presente trabalho busca fazer uma análise sobre protagonismo histórico, a partir da trajetória do índio João Baitinga, que viveu na aldeia de Pedra Branca e no Ribeirão (atuais municípios de Santa Terezinha e Amargosa, na Bahia), no Período Imperial. As reflexões realizadas procuram compreender o papel de liderança de Baitinga na luta pela comunidade indígena da qual ele fazia parte, realçando a sua experiência em momento decisivo para diversos povos indígenas na província baiana, momento este marcado pela perda de direitos e espaços no processo de formação do Estado nação brasileiro.


Palavras-chave


protagonismo indígena. João Baitinga. Bahia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/rbhcs.v10i20.482

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional 

Desde 07 de março de 2009

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia