“A doença do corpo enche os adros & a doença da alma, os infernos”: práticas de cura no sertão da América Portuguesa (1690-1702)

Ane Mecenas

Resumo


Este artigo tem como objetivo principal compreender o discurso de capuchinhos e jesuítas no sertão da América portuguesa, entre 1690 e 1702, sobre as práticas de cura dos Kiriri. Por meio das descrições, as doenças e a cura pela alma são evidenciadas nos escritos produzidos para a conversão. O corpus documental analisado se constitui por meio de dois catecismos, elaborados com o objetivo de auxiliar os missionários na conversão dos índios: um de autoria do padre jesuíta Luigui Mamiani e o outro do capuchinho Bernardo de Nantes.  


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/rbhcs.v9i17.417

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional 

Desde 07 de março de 2009

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia