Prematuridade dos recém-nascidos em Porto Alegre e seus fatores associados.

Autores

  • Talu Haubert da Silva ES-UNISINOS/GHC
  • Lísia Maria Fensterseifer ES-UNISINOS

DOI:

https://doi.org/10.14295/rbhcs.v7i13.305

Palavras-chave:

prematuridade, fatores de risco e epidemiologia.

Resumo

Este estudo tem o objetivo de encontrar os fatores associados à prematuridade nos nascidos vivos em Porto Alegre, no ano de 2008, e estimar a prevalência da prematuridade nos anos de 2001 a 2008. Trata-se de um estudo transversal utilizando os dados do SINASC (Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos) de Porto Alegre. Foram realizados os testes qui-quadrado e de tendência linear de Wald entre a variável dependente (prematuridade) e as independentes. Para verificar a associação dos fatores estudados à prematuridade, realizou-se a análise de regressão de Poisson. Verificou-se que a prematuridade, em Porto Alegre, vem aumentando e, em 2008, foi de 9,9%. O risco de nascimento prematuro aumentou, em proporção inversa à do número de consultas de pré-natal (quanto menos consultas, maior o risco da prematuridade), e em mães com idade superior a 40 anos e naquelas submetidas ao parto cesáreo. Assim é possível indicar que o incentivo ao pré-natal e o desestímulo ao parto cesariano eletivo podem diminuir a prematuridade. Ainda é importante realizar mais pesquisas utilizando os bancos de dados disponíveis para indicar suas limitações e melhorar a qualidade dessas informações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Talu Haubert da Silva, ES-UNISINOS/GHC

Enfermeira do Grupo Hospitalar Conceição e docente da Escola de Saúde da UNISINOS.

Lísia Maria Fensterseifer, ES-UNISINOS

Enfermeira e docente da Escola de Saúde da UNISINOS.

Downloads

Publicado

2015-09-28

Como Citar

Silva, T. H. da, & Fensterseifer, L. M. (2015). Prematuridade dos recém-nascidos em Porto Alegre e seus fatores associados. Revista Brasileira De História &Amp; Ciências Sociais, 7(13), 161–174. https://doi.org/10.14295/rbhcs.v7i13.305

Edição

Seção

Artigos Livres