O Ambientalismo em Sergipe- Um percurso histórico dos movimentos ambientais entre 1983-2011.

Autores

  • Matheus Pereira Mattos Felizola Universidade Federal de Sergipe.
  • Fernando Bastos Costa UFRN

Palavras-chave:

Ambientalismo. Novos Movimentos Sociais. Desenvolvimento Sustentável

Resumo

A pesquisa teve por objetivo principal estudar o surgimento, o papel, e as possibilidades de reivindicação dos movimentos ambientalistas sergipanos, perpassando por uma análise entre o período de 1983 e 2011. Esse objetivo foi norteado pela questão principal da pesquisa, que foi analisar a relação entre a missão, a estrutura e a ação das Organizações Ambientalistas em Sergipe. A pesquisa surgiu da necessidade de mapear e avaliar criticamente o movimento ambiental em Sergipe. Os procedimentos metodológicos focaram a pesquisa bibliográfica, levantamento nos jornais sergipanos num hiato temporal de 28 anos, análise detalhada de nove “movimentos” selecionados e entrevistas em profundidade, semi-estruturadas, com atores sociais ligados ao tema. Como conclusão, observou-se que o ambientalismo em Sergipe, desde o seu surgimento, esteve associado ao resgate da consciência com relação ao meio ambiente, no combate a problemas de degradações locais, e na busca por uma legitimidade da opinião pública. Embora os movimentos ambientais tenham recebido, em alguns momentos, a atenção da mídia de massa, o movimento não conseguiu sair de nichos específicos e atingir uma parcela mais representativa da sociedade. Pôde-se ainda perceber a profunda relação entre o perfil das lideranças ambientais, a força do capital e os resultados práticos das ações ambientais e por último, observou-se que a ação dos movimentos tem ligação muito mais forte com a relação da organização e das suas principais lideranças com os outros “ambientalismos”, do que com a estrutura e a missão da Instituição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Matheus Pereira Mattos Felizola, Universidade Federal de Sergipe.

Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Professor Adjunto da Universidade Federal de Sergipe.

Fernando Bastos Costa, UFRN

Doutor em Ciências Sociais, Professor vinculado ao doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Downloads

Publicado

2015-06-04

Como Citar

Felizola, M. P. M., & Costa, F. B. (2015). O Ambientalismo em Sergipe- Um percurso histórico dos movimentos ambientais entre 1983-2011. Revista Brasileira De História &Amp; Ciências Sociais, 4(8). Recuperado de https://periodicos.furg.br/rbhcs/article/view/10487