A grande repressão de 1932 em São Paulo.

Autores

  • Marcos Tarcisio Florindo Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo

Palavras-chave:

Revolução. São Paulo. DEOPS/SP.

Resumo

O presente artigo analisa a grande repressão política e social que acompanhou o desenrolar da revolução constitucionalista de 1932 na cidade de São Paulo e avalia o impacto das práticas de contenção nas organizações atingidas, sobretudo os sindicatos e partidos dirigidos por militantes da revolução social. As fontes principais para a elaboração do texto são os documentos produzidos pelo DEOPS/SP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Tarcisio Florindo, Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo

Mestre em História e Doutor em Sociologia pela Unesp, é professor da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo

Downloads

Publicado

2015-06-04

Como Citar

Florindo, M. T. (2015). A grande repressão de 1932 em São Paulo. Revista Brasileira De História &Amp; Ciências Sociais, 4(8). Recuperado de https://periodicos.furg.br/rbhcs/article/view/10486