Juventude como valor: referencial e método para uma definição a partir do cotidiano.

Autores

  • Romero Galvão Maia Sociólogo efetivo da Prefeitura do Recife-PE

Palavras-chave:

juventude, representações sociais, cotidiano, objetividade.

Resumo

Este artigo apresenta uma possível solução para um dos problemas dos estudos sobre juventude nas Ciências Sociais: definir a juventude antes da pesquisa de campo. Mostra como é possível chegar a uma definição objetiva sem reduzi-la a faixas etárias. O referencial na literatura é a Teoria das Representações Sociais, e o método é orientado para a busca de informações reveladas espontaneamente no cotidiano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Romero Galvão Maia, Sociólogo efetivo da Prefeitura do Recife-PE

Sociólogo efetivo da Prefeitura do Recife e membro da Associação Universitária Internacional.

Downloads

Publicado

2010-12-07

Como Citar

Maia, R. G. (2010). Juventude como valor: referencial e método para uma definição a partir do cotidiano. Revista Brasileira De História &Amp; Ciências Sociais, 2(4). Recuperado de https://periodicos.furg.br/rbhcs/article/view/10419