Cartas aos sobre-viventes: coletivo Traços da Escuta, Rio Grande<br>Lettres aux sur-vivants: collectif Traços de Escuta, Rio Grande

Autores

  • Michel Peterson Oppenheimer Chair, International Public Law, McGill University
  • Adriano Martins Alves Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.
  • Gabriel de Vargas Pereira Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.
  • Jéssica Borges Cantos Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.
  • Maile Zanotta Ferreira Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.
  • Renata Santos Cravo Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.
  • Roberta Rodrigues Silveira Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.

Palavras-chave:

Atendimento on-line, Pandemia, Morte, Traitement en ligne, Pandémie, Décès

Resumo

Resumo
O seguinte conjunto de cartas foi produzido pelo grupo de psicólogos Traços de Escuta, que trabalha no Rio Grande, acompanhados por um orientador. Lida com os efeitos traumáticos da pandemia sobre os terapeutas e questiona a morte como ela se manifesta na clínica para cada membro do grupo, desde a transição da clínica na rua para a clínica online.

Résumé
L’ensemble de lettres qui suit a été produit par le groupe de psychologues Traços de Escuta, qui travaille à Rio Grande, accompagné d’un superviseur. Il traite des effets traumatiques de la pandémie sur les thérapeutes et pose la question de la mort telle qu’elle se manifeste dans la clinique pour chacun des membres du groupe depuis le passage de la clinique dans la rue à la clinique on-line.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michel Peterson, Oppenheimer Chair, International Public Law, McGill University

Psicanalista, psicoterapeuta, trabalhador social, Coordenador do projeto de pesquisa ROBAA (Roads of Bones and Ashes) na Cátedra Hans & Tomar Oppenheimer em Direito Internacional Público, Faculdade de Direito, Universidade McGill, Canadá.

Adriano Martins Alves, Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.

Graduado em Psicologia na Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Idealizador e integrante do Coletivo da Escuta na Rua, ação de extensão que realiza atendimentos psicológicos na cidade do Rio Grande/RS. Comprometido com o estudo e a prática de uma clínica psicanalítica sem muros e fronteiras. Também integrante do Coletivo Traços da Escuta, grupo de profissionais de Psicologia que oferecem e (re)pensam uma clínica acessível diante desse novos tempos. Voluntário no Projeto CUIDAR pelo Centro de Atendimento Psicológico - CAP/FURG. [1]Psicanalista, psicoterapeuta, trabalhador social, Coordenador do projeto de pesquisa ROBAA (Roads of Bones and Ashes) na Cátedra Hans & Tomar Oppenheimer em Direito Internacional Público, Faculdade de Direito, Universidade McGill, Canadá.

Gabriel de Vargas Pereira, Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.

Graduado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Pós graduando em lato sensu em Psicanálise. Durante a graduação atuou no Núcleo de Pesquisa e Extensão sobre o Bebê e a Infância (NUPEBI) em que realiza estudos sobre os acontecimentos que envolvem o período inicial da vida humana. Atuou também no Laboratório de Extensão e Pesquisa em Psicanalise e Arte que realizava estudos sobre a articulação entre o campo psicanalítico e as formas de expressões artísticas. É membro do Coletivo Traços da Escuta, grupo de profissionais de Psicologia que oferecem e (re)pensam uma clínica acessível diante desses novos tempos.

Jéssica Borges Cantos, Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.

Psicóloga, graduada pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Possui Bacharelado em Ciências Biológicas e Mestrado em Ciências da Saúde pela mesma instituição. Atuou como bolsista de extensão EPEC/FURG no Projeto Psicologia em saúde e o processo saúde-doença-cuidado no âmbito hospitalar no HU-FURG/EBSERH. Integrante do Coletivo Traços da escuta, grupo de profissionais de Psicologia que oferecem e (re)pensam uma clínica acessível. Tem interesse pelas temáticas de saúde coletiva e políticas públicas, em especial o HIV, sexualidade, violência contra mulher e pela escuta das múltiplas expressões do feminino numa perspectiva psicanalítica.

Maile Zanotta Ferreira, Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.

Graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Ao longo da graduação atuou em instituições de ensino, do nível fundamental ao superior. Atualmente é mestranda em Psicologia pela FURG. Também atua como psicoterapeuta do Grupo para Redução de Ansiedade em Universitários (GRAU-FURG), pesquisadora do Centro de Estudos sobre Risco e Saúde (CERIS-FURG) e psicóloga integrante do Coletivo Traços da Escuta.

Renata Santos Cravo, Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.

Graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG (2019). Atuou como monitora no Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente - CAIC/FURG(2016-2018). Atuou como bolsista no Programa de Acompanhamento e Apoio ao Estudante Indígena e Quilombola (2018-2019). Realizou estágio durante a graduação no Centro de Atenção Psicossocial à Criança e ao Adolescente - CAPS I Serelepe (2018). Participou do Projeto de Extensão intitulado Coletivo Escuta na Rua (2019). Atualmente atua como Psicóloga Clínica em consultório particular e é voluntária no Projeto CUIDAR pelo Centro de Atendimento Psicológico - CAP/FURG. É membro do Coletivo de psicólogos Traços da Escuta. Tem interesse pelas temáticas sobre gênero, sexualidades, psicanálise, arte e tudo que atravessa a prática de escutar sujeitos e suas singularidades.

Roberta Rodrigues Silveira, Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Brasil.

Psicóloga, graduada pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Atuou como bolsista de pesquisa no projeto "Estudo dos determinantes sociais e das políticas públicas em saúde para grupos minoritários na cidade de Rio Grande - RS", bolsista de extensão no Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC FURG) e foi integrante do Coletivo Escuta na Rua, projeto de extensão de escuta em espaço público. Atualmente atua como psicóloga clínica, é integrante do Coletivo Traços da Escuta, grupo de psicólogos que oferecem e (re)pensam uma clínica acessível em tempos de pandemia e é voluntária no Projeto CUIDAR, pelo Centro de Atendimento Psicológico FURG, que oferece atendimento psicológico no período da pandemia. Tem interesse pelas temáticas de saúde coletiva, políticas públicas e suas intersecções com a psicanálise.

Referências

Dal Molin, Eugênio (2016). O terceiro tempo do trauma: Freud, Ferenczi e o desenho de um conceito. São Paulo: Perspectiva.

Deleuze, Gilles. (2013). Conversações. São Paulo: Editora 34.

Derrida, Jacques (2003). Chaque fois unique, la fin du monde. Paris, Galilée.

Derrida, Jacques (1979). « Living On », in Harold Bloom et alii, Deconstruction and Criticism, New York, Seabury Press, 1979, p. 75.

Freud, Sigmund. (2018). Neurose, psicose, perversão (1856-1939), Obras incompletas, volume 5. Belo Horizonte: Autêntica.

Freud., S. (2014). O Homem Moisés e a religião monoteísta. 1ª ed. Porto Alegre: L&PM editores.

Freud, Sigmund. (2010). Introdução ao narcisismo, ensaios de metapsicologia e outros textos (1914-1916), Obras completas, volume 12. São Paulo: Companhia das Letras.

Freud, Sigmund (1988). “Considerações atuais sobre a guerra e morte”. (Euvres complètes, vol. XIII, 1914-1915, Paris, PUF.

Freud, Sigmund (1988). Passagèreté. (Euvres complètes, vol. XIII, 1914-1915, Paris, PUF.

Gombrowicz, Witold. (2007) Cosmos. 1º edição. São Paulo: Companhia das Letras.

HILST, Hilda (2004). Do Desejo. São Paulo, Globo.

IBN KHALDÛN (2002). Le Livre des Exemples I. Paris, Gallimard.

LACAN, Jacques (2004). L’angoisse. Le Séminaire, livre X. Paris, Seuil, 2004.

LISPECTOR, Clarice (1998). Água Viva. Rio de Janeiro, Rocco.

LISPECTOR, Clarice (1974). Onde estivestes de noite? Paris, éditions des femmes.

Publicado

2020-11-09

Como Citar

Peterson, M., Alves, A. M., Pereira, G. de V., Cantos, J. B., Ferreira, M. Z., Cravo, R. S., & Silveira, R. R. (2020). Cartas aos sobre-viventes: coletivo Traços da Escuta, Rio Grande&lt;br&gt;Lettres aux sur-vivants: collectif Traços de Escuta, Rio Grande. Deslocamentos/Déplacements: Revista Franco-Brasileira Interdisciplinar De psicanálise, 1(2), 87–138. Recuperado de https://periodicos.furg.br/des/article/view/12070

Edição

Seção

Dossiê