A profusão de imagens na obra De olho nas penas, de Ana Maria Machado: a estética do imaginário

Patricia de Lara Ramos

Resumo


A leitura da literatura fantástica propicia o encontro com o imaginário, ou seja, a visão de um mundo que revela uma pluralidade de significados, sem a obrigação de transmitir mensagens, valores ou lições de moral. É o encontro com a palavra, que gera inspiração e esconde sentidos ocultos capazes de inspirar e influenciar, criando novos horizontes, novos mundos. Tendo em mente que o imaginário é o conjunto de imagens que formam um todo coerente e que produz sentido diverso, este artigo propõe analisar as imagens da obra De olho nas penas de Ana Maria Machado, a fim de verificar a riqueza de imagens usadas para despertar o leitor jovem para uma viagem de sonhos e descobertas. Para a discussão teórica, basear-nos-emos, principalmente, em Durand (1997), Wunenburger (2007), Ramos (2006), Chevalier e Gheerbrant (1986) para tratar das imagens e dos símbolos presentes na obra.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, V. T. de. A literatura infantil e juvenil em pluralidade de enfoques. In: AGUIAR, V. T. de; MARTHA, A. A. P. (Org.). Literatura infantil e juvenil: leituras plurais. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2014.

ALVAREZ FERREIRA, Agripina Encarnacion. Dicionário de imagens, símbolos, mitos, termos e conceitos Bachelardianos [livro eletrônico]. Londrina: EDUEL, 2013.

BACHELARD, Gaston. O novo espírito científico: a poética do espaço. Tradução: Remberto Francisco Kuhnen; Antonio da Costa Leal e Lídia do Vale Santos Leal. São Paulo: Nova Cultural, 1988.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Diccionario de los símbolos. Barcelona: Herder, 1986.

CIRLOT, Juan Eduardo. Diccionario de símbolos. Barcelona: Editorial Labor, 1992.

DURAND, Gilbert. As estruturas antropológicas do imaginário: introdução à arqueologia geral. Trad. Hélder Godinho. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

LOTTERMANN, Clarice. Com sua voz de mulher, Marina Colasanti cria um tigre de papel. In: AGUIAR, V. T. de; MARTHA, A. A. P. (Org.). Literatura infantil e juvenil: leituras plurais. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2014.

MACHADO. Ana Maria. De olho nas penas. São Paulo: Salamandras, 2003.

RAMOS, Anna Claudia. Nos bastidores do imaginário: criação e literatura infantil e juvenil. São Paulo: DCL, 2006.

WUNENBURGER, Jean-Jacques. O imaginário. Trad. Maria Stela Gonçalves. São Paulo: Loyola, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Cadernos Literários