O cânone literário da antiguidade: considerações sobre Para ler o Ocidente, de José Hildebrando Dacanal

Bruno Marques Duarte, Mauro Nicola Póvoas

Resumo


Análise e descrição da obra Para ler o Ocidente: Hélade, Israel, Roma, lançada em 2013 por José Hildebrando Dacanal, em que o professor e crítico gaúcho examina autores e obras fundamentais da Antiguidade, os quais construíram a noção moderna de Ocidente, a partir de três diferentes legados: o grego, o israelita e o latino. Baseando-se nos pressupostos da teoria da história da literatura, extraídos de David Perkins e Siegfried Schmidt, o artigo traz à tona questões relativas à obra historiográfica de
Dacanal, tais como cânone, cronologia, herói, gêneros literários, contexto histórico, entre outras.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Cadernos Literários