RUÍNAS, POEIRA E SANGUE:

ESTILIZAÇÕES DA VIOLÊNCIA EM O FILHO DA MÃE (2009)

Autores

  • Edson Salviano Nery Pereira Universidade de São Paulo (USP)

Resumo

Neste artigo discuto a tematização e a representação das cenas e dos espaços de violência no romance O filho da mãe, de Bernardo Carvalho. O estudo é um recorte de minha dissertação, defendida em janeiro de 2018, no PPG de Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa (DLCV/FFLCH/USP). Apresento aqui uma análise da representação das cenas e dos cenários de violências disponíveis na narrativa, tomando como ponto de partida a hipótese de que, apesar dos crimes deixarem de ser o motor principal, nas narrativas detetivescas da contemporaneidade o enfoque na violência não deixa se configurar como uma temática observável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-12-20

Como Citar

Salviano Nery Pereira, E. . (2021). RUÍNAS, POEIRA E SANGUE: : ESTILIZAÇÕES DA VIOLÊNCIA EM O FILHO DA MÃE (2009). Cadernos Literários, 28(1), 25–33. Recuperado de https://periodicos.furg.br/cadliter/article/view/13841

Edição

Seção

Artigos