A literatura no Rio Grande do Sul, de Regina Zilberman, e sua concepção de historiografia literária

Louise Farias da Silveira

Texto completo:

PDF

Referências


BARRENTO, João. O regresso de Clio? Situação e aporias da história literária. In: ______. História literária: problemas e perspectivas. Lisboa: Apaginastantas, 1986. p. 9-31.

CÂNDIDO, Antônio. Formação da literatura brasileira: momentos decisivos. 6. ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1981.

HARRIS, Wendell V. La canonicidad. In: SULLÁ, Enric (Org.). El canon literario. Madrid: Arco, 1998. p. 37-60.

JAUSS, Hans Robert. A História da literatura como provocação à Teoria literária. São Paulo: Ática, 1994.

LAJOLO, Marisa. Literatura e história da literatura: senhoras muito intrigantes. In: MALARD, Letícia et al. História da

literatura: ensaios. Campinas: Ed. da Unicamp, 1994. p. 19-36.

PERKINS, David. História da literatura e narração. Cadernos do Centro de Pesquisas Literárias da PUCRS, Porto

Alegre, v. 3, n. 1, mar. 1999. Série Traduções.

PÓVOAS, Mauro Nicola. Regina Zilberman e a trajetória da literatura sul-rio-grandense. In: BAUMGARTEN, Carlos

Alexandre (Org.). História da literatura: itinerários e perspectivas. Rio Grande: Ed. da FURG, 2011.

SCHMIDT, Siegfried J. Sobre a escrita de histórias da literatura. In: OLINTO, Heidrun Krieger (Org.). Histórias da

literatura: as novas teorias alemãs. São Paulo: Ática, 1996. Pp. 101-132.

TYNIANOV, J. Da evolução literária. In: EIKHENBAUM, B. et al. Teoria da Literatura: formalistas russos. Porto

Alegre: Globo, 1973. p. 105-118.

ZILBERMAN, Regina. A literatura no Rio Grande do Sul. 3. Ed. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1992.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Cadernos Literários



PROPESQ    PROPESQ PROPESQ