Reconstrução da memória social através de práticas culturais na Biblioteca Central da Universidade Federal de Santa Maria/RS

Lizandra Veleda Arabidian

Resumo


A universidade exerce importante função na sociedade, pois é considerado um espaço fundamental para a construção da identidade sociocultural de um país. E neste contexto se apresenta a biblioteca como lugar fundamental na construção dos sujeitos sociais, em consonância com a função social que a universidade desempenha. Partindo dessa premissa, este trabalho tem o objetivo de apresentar a função social da biblioteca universitária enquanto lugar de memória, como um espaço de práticas culturais, onde através da reconstrução da sua memória social, são elaboradas representações, contribuindo para a preservação e difusão da sua memória, através de exposições que marcaram a sua história no âmbito da Instituição.  



Palavras-chave


Biblioteca Universitária; Memória Social; Cultura

Texto completo:

PDF

Referências


ARABIDIAN, Lizandra Veleda. 40 anos da Biblioteca Central: um prédio Biblos: Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, v. 32, n. 2, p. 169-176, jul./dez. 2018. 176

cheio de histórias. Entrevista concedida à Luciane Treulieb. Disponível em: http://site.ufsm.br/noticias/exibir/4350. Acesso em: 25 abr. 2018.

ARABIDIAN, Lizandra Veleda; MAISONAVE, Simone. História para além dos livros. Entrevista concedida à Manuela Ilha. Disponível em: http://w3.ufsm.br/infocampus/?p=3289. Acesso em: 25 abr. 2018.

CHARTIER, R. A história cultural, entre práticas e representações. Rio de Janeiro, RJ: Editora Bertrand Brasil, S. A., 1990.

COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA UFSM. Biblioteca

Central realiza exposição fotográfica para comemoração dos seus 38 anos. Disponível em: http://sucuri.ufsm.br/noticias/noticia.php?id=30464. Acesso em: 19 Abril 2018.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Vértice/Editora Revista dos Tribunais, 1990.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2004.

HALBWACHS, M. A memória coletiva. Trad. de Beatriz Sidou. São Paulo: Centauro, 2006.

HOLLÓS, Adriana Cox. Preservação e memória social. In: SILVA, Rubens Ribeiro Gonçalves da. et al. (Orgs.). Cultura, representação e informação digitais. Salvador: EDUFBA, 2010. Disponível em:

https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/7335/1/cultura-representacaoinformacao-digitais-RI.pdf. Acesso em: 25 abr. 2018.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas: Ed. Unicamp, 1992.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História, São Paulo, n. 10, p. 7-28, dez., 1993. Disponível em: http://revistas.pucsp.br/index.php/revph/ article/viewFile/12101/8763. Acesso em: 25 abr. 2018.

OLIVEIRA, Eliane Braga de; RODRIGUES, Georgete Medleg. O conceito de memória na Ciência da Informação: análise das teses e dissertações dos programas de pós-graduação no Brasil. Liinc em Revista, Rio de janeiro, v. 7, n. 1, p. 31-328, mar., 2011. Disponível em: file:///home/chronos/ue4a9f2a21f4423ada89bdc9baabc907fe6995d57/Downloads/3302-8087-1-

PB.pdf. Acesso em: 25 abr. 2018.

PÁGINA DA BIBLIOTECA CENTRAL. Arquivo dos álbuns de site da

Biblioteca Central. Disponível em: https://picasaweb.google.com/

Acesso em: 25 abr. 2018.

Revista O Quero Quero. Santa Maria : UFSM, ano 1, n.1, abr. 1973.

VIEIRA, Itala Maduell. A memória em Maurice Halbwachs, Pierre Nora e Michael Pollak. In: Encontro Regional Sudeste de História oral: dimensões do público; comunidades de sentido e narrativas políticas, 11, 2015, Niterói, RJ. Anais[...]. Niterói, RJ: UFF, 2015. Disponível em: http://www.sudeste2015.historiaoral.org.br/resources/anais/9/1429129701_ARQUIVO_Memoria_Itala_Maduell.pdf. Acesso em: 25 abr. 2018.




DOI: https://doi.org/10.14295/biblos.v32i2.8764

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ