Preprints na comunicação científica: uma introdução

Edilson Damasio

Resumo


O modelo de publicação em preprints está inserido na comunicação científica. Definido como um documento técnico científico disponibilizado de forma preliminar antes de sua publicação. Após os recursos da Internet e com diretrizes indicadas pelos movimentos de Acesso Aberto, surgiram na década de 1990 os primeiros projetos de disponibilização e arquivamento de artigos científicos antes da publicação, denominados preprints. O primeiro servidor, o arXiv é muito utilizado por áreas de exatas e computação há duas décadas. No início de 2010 os preprints começam a ganhar vida em outras áreas, e em 2013 na área biomédica com a criação do bioRXiv, com o objetivo de compartilhar textos, rascunhos, documentos de trabalho e seus resultados antes da revisão por pares e publicação. O modelo de publicação preprints está em constante crescimento junto às publicações em acesso aberto, e mostra-se como um novo paradigma da revisão por pares, e uma das atuais discussões em comunicação científica e editoração, chegando a ser um modelo adotado pelas principais revistas interdisciplinares do mundo as revistas Nature e Science, e com projeto lançado em 2017 para o SciELO. Também são incentivados por agências de financiamento e autores da área biomédica como um modelo muito positivo, prioritário e eficiente. Outra facilidade dos preprints é a sua possibilidade de conexão com outros modelos de disponibilização de conteúdos atuais, como as redes sociais e outras mídias gerando uma visualização e impacto nos meios de divulgação não tradicionais.


Palavras-chave


Preprints. Comunicação científica; Editoração; Publicação científica

Texto completo:

PDF

Referências


arXiv. Statistics. 2016. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2018.

ASAPbio. Survey results. 2016. Disponível em: < http://asapbio.org/survey >. Acesso em: 20 mar. 2017.

BILDER, Geoffrey. Members will soon be able to assign Crossref DOIs to preprints. Crossref Blog, 5 May 2016. Disponível em: . Acessoem: 11 abr. 2017.

bioRXiv. The preprint server for biology. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2016.

CALLAWAY, Ewen. Preprints come to life. Nature, 503, 14 Nov. 2013. doi: 10.1038/503180a

CALLAWAY, Ewen. Heavyweight funders back central site for life-sciences preprints. Nature, v. 542, no. 7641, 13 Fev. 2017. doi: 10.1038/nature.2017.21466

CROSSREF. Multiple resolution. Disponível em: < https://www.crossref.org/services/content-registration/multiple-resolution/ >. Acesso em: 20 nov. 2018a.

CROSSREF. Preprints. Disponível em: < https://www.crossref.org/services/content-registration/preprints/ >. Acesso em: 20 abr. 2018b.

GARVEY, William D.; LIN, Nan; TOMITA, Kazuo. Research studies in scientific communication: IV. The continuity of dissemination of information by “productive scientists”. Information Storage and Retrieval, v. 8, n. 6, p. 265-276, 1972. doi: https://doi.org/10.1016/0020-0271(72)90017-4

GINSPARG, Paul. ArXiv at 20.Nature, v. 476, p. 145-147, 11 Aug. 2011. doi: 10.1038/476145a

MEADOWS, A. J. A comunicação científica. Tradução de Antonio Agenor Briquet de Lemos. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 1999.

MUELLER, Suzana Pinheiro Machado. A Comunicação Científica e o movimento de acesso livre ao conhecimento. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 35, n. 2, p. 27-38, 2006. doi: https://doi.org/10.1590/s0100-19652006000200004

PACKER, Abel L.; SANTOS, Solange; MENEGHINI, Rogerio. SciELO Preprints a caminho. SciELOemPerspectiva, 22 fev. 2017. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2017.

POWELL, Kendall. Does it take too long to publish research? Nature, 530, p.148-151, 11 Fev. 2016. doi: 10.1038/530148a

PREPRINTS.ORG. Disponível em: < https://www.preprints.org/about >. Acesso em: 20 jun. 2018.

PUBLONS. Track more of your research impact. Disponível em: < https://publons.com/about/home/ >. Acesso em: 20 out. 2018.

STAT. Stat News.Should researchers publish their findings before peer review? Disponível em: . Acesso em: 27 maio 2016.

WERSIG, G. Information Science: the study of postmodern knowledge usage. Information Processing & Management, Amsterdam, v. 29, n. 2, p. 229-239, 1993. doi: https://doi.org/10.1016/0306-4573(93)90006-y

WHITIFIELD, John. Open Access comes of age. Nature, v. 474, n. 428, 2011. doi: 10.1038/474428a




DOI: https://doi.org/10.14295/biblos.v32i2.8635

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ