Gênero, poder e cultura jurídica: um ensaio historiográfico

Marcelo Pereira Lima

Resumo


Este artigo analisa as articulações entre gênero, poder e cultura no medievalismo, especialmente suas potenciais contribuições para o estudo da cultura jurídica do matrimônio na realeza castelhano-leonesa sob Afonso X na Península Ibérica do século XIII. Discorreremos sobre as concepções tradicionais ligadas à história do direito matrimonial no medievo, articulando-as a determinadas noções de cultura e sociedade. Teceremos também algumas considerações críticas acerca das perspectivas essencialistas e culturalistas sobre o corpo e sobre as relações potenciais com o estudo da temática do casamento em geral. Para tanto, incluiremos algumas referências teóricas pertinentes de autores(as) tais como Joan W. Scott, Judith Butler, Berenice Bento, Raymond Williams, Terry Eagleton e, por último, E. P. Thompson. Assim, partindo de um propósito mais ensaístico do que conclusivo, desejamos levantar muito mais questões do que propriamente respondê-las.

Palavras-chave


gênero. poder. cultura jurídica. historiografia. medievalismo

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ

 

 

PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ