Machado de Assis: a ditadura e o dicionário

Ana Maria Koch

Resumo


As crônicas publicadas por Machado de Assis no período de setembro de 1892 a janeiro de 1894, n’A Semana, permitem estudar um dos modos pelos quais o autor apresentou seu posicionamento político. O governo republicano, nessa época, decretou o estado de sítio no Rio de Janeiro, em conseqüência do embate entre as corporações militares sobre a representatividade para a sustentação do governo. Em dezembro de 1893, no período da vigência da censura, a revista Gazeta de Notícias, onde as crônicas eram editadas, ficou impedida de circular. A tensão política da época foi explorada por Machado de Assis na crônica de 24 de setembro – quando já tinham ocorrido os primeiros bombardeamentos – sob a forma de metáfora. Num sonho, o narrador se vê morto, viajando para a lua, lugar do juízo final. O julgamento do autor sobre o regime ditatorial foi expresso nesse contexto, representado na figura do dicionário.

Palavras-chave


Censura da imprensa; Revolta da Armada; Florianismo; História do Brasil Republicano.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ