Estudo de usuários da Biblioteca Professor Lydio Bandeira de Mello da Faculdade de Direito da UFMG: parte quantitativa

Jordeilson de Lana Silva

Resumo


O presente estudo objetivou analisar o grau de satisfação dos usuários em relação aos serviços oferecidos pela Biblioteca Professor Lydio Bandeira de Mello. Foi realizada uma pesquisa com a comunidade da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, cuja metodologia baseou-se numa análise quantitativa, composta por uma amostra de 148 usuários. Para isso, foi aplicado um questionário, no sentido de conhecer a visão que os usuários possuem em relação aos serviços da Biblioteca. Constatou-se que, de modo geral, os usuários estão satisfeitos com os serviços. Entretanto, sugerem melhorias, especialmente no que se refere à atualização do acervo. Este estudo foi importante, uma vez que, além de constituir-se em um canal de comunicação entre os usuários e a Biblioteca, servirá também como instrumento de apoio à gestão, uma vez que, por meio desse feedback, a instituição poderá avaliar melhor as atividades que desenvolve e, consequentemente, propor novos serviços e/ou otimizar os já existentes.


Palavras-chave


Estudo de Usuários; Biblioteca Jurídica; Biblioteca Professor Lydio Bandeira de Mello.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, C. A. Á. Estudos de usuários conforme o paradigma social da ciência da informação: desafios teóricos e práticos de pesquisa. Informação & Informação, Londrina, v. 15, n. 2, p. 23-39, jul./dez. 2010.

ARINOS, Affonso. Memoria historica da faculdade livre de direito de minas gerais. Revista da faculdade de direito da UFMG, v. 1, n. 2, p. 139-177, 1895.

BAPTISTA, S. G.; CUNHA, M. B. da. Estudo de usuários: visão global dos métodos de coleta de dados. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 12, n. 2, p. 168-184, maio/ago. 2007.

CUNHA, Murilo Bastos da. Metodologias para estudo dos usuários de informação científica e tecnológica. Revista de Biblioteconomia de Brasília, Brasília DF, v.10, n.2, p. 5-19, jul./dez. 1982.

DIAS, Maria Matilde Kronka e PIRES, Daniela. Usos e usuários da informação. São Carlos: EdUFSCar, 2004. 48p.

FIGUEIREDO, Nice Menezes de. Estudos de usuários como suporte planejamento e avaliação de informação. Ci, Inf., Brasília, v. 14, n. 2, p. 127-135, jul./dez. 1985.

GUINCHAT, C.; MENOU, M.. Introdução geral às ciências e técnicas da informação e documentação. Brasília: IBICT, 1994. Disponível em: . Acesso em: 02 jul. 2018.

HORTA, Raul Machado. A Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais no Centenário de sua Fundação. Revista da Faculdade de Direito da UFMG, Belo Horizonte, v. 34, n. 34, p. 15-46, 1994.

MARCONI, Marina de Andrade,; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2017. 346 p

PINHEIRO, Lena Vânia Ribeiro. Usuário – Informação: o contexto da ciência e da tecnologia. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora, 1982. 66p.

TERUEL, Aurora González. Los estudios de necesidades y usos de la información: fundamentos y perspectivas actuales. Gijón: Ediciones Trea, 2005. 181p.

UFMG. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Plano de desenvolvimento institucional: 2013 – 2017. [Belo Horizonte], 2013. Disponível em: . Acesso em: 19 jun. 2018.




DOI: https://doi.org/10.14295/biblos.v32i2.8257

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 BIBLOS



PROPESQ PROPESQ  PROPESQ  PROPESQ PROPESQ  PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ 

Flag Counter