Parceria nos empréstimos de livros entre bibliotecas universitárias

Ricardo Cesar Silva, Gilnei Luiz de Moura, Emídio Gressler Teixeira, Laércio André Gassen Balsan

Resumo


Este estudo busca verificar a possibilidade de estabelecimento de parcerias entre instituições universitárias com o objetivo de compartilhar os acervos de suas bibliotecas reduzindo assim o custo de manutenção e proporcionando uma maior eficiência no atendimento ao usuário. Para tanto, realizou-se uma pesquisa de caráter exploratório. Na organização dos dados, fez-se uso da Gestão de Processos - modelagem de processos por meio da Unified Modeling Language. Em linhas gerais, o estabelecimento de parcerias entre as bibliotecas, mostraram-se exequíveis, com possibilidade de disponibilização de diversas obras, economia na replicação de acervos das instituições e criação de um modelo de empréstimo entre bibliotecas que possa ser utilizado em outras cidades.


Palavras-chave


Instituição de Ensino Superior; Biblioteca; Gestão de Processos; Mapeamento de processos

Texto completo:

PDF

Referências


ALVAREZ, A. M. T. Panorama e diagnóstico da oferta e qualidade da educação superior brasileira. 2013. Disponível em:

option=com_docman&task=doc_download&gid=13944&Itemid;=.>. Acesso em: 15 abr. 2015.

ARAÚJO, J. F.; ÁLVAREZ, E. J. V. La modernización administrativa y la gobernanza em los concellos del Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular. Vigo: Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, 2009.

BRINKERHOFF, J. M. Government-Nonprofit Partnership: a defining framework. Public Administration and Development, v. 22, n. 1, p.19-30, 2002.

CAMPOS, J. P. Mapeamento de processos: uma estratégia vencedora. 2009. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2015.

CHOO, C. W. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: Senac, 2003.

CRUZ, T. Sistemas, organizações e métodos: estudo integrado das novas tecnologias da informação e introdução à gerência do conteúdo e do conhecimento. São Paulo: Atlas, 2010.

DAVENPORT, T. Reegenharia de processos: como inovar na empresa através da tecnologia da informação. Rio de Janeiro: Campus, 1994.

DIAS, M. M. K.; BELLUZZO, R. C. B. Gestão da informação em ciência e tecnologia sob a ótica do cliente. São Paulo: EDUSC, 2003.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2010.

GUEDES, G. T. A. UML 2: uma abordagem prática. São Paulo: Novatec, 2011.

HAMMER, M. O que é Gestão de Processos de Negócio? In: BROCKE, J. V.; ROSEMANN, M. Manual de BPM: Gestão de processos de negócio. Porto Alegre: Bookman, 2013, p. 3-16.

LOW, T. A percepção sobre o valor da utilização de recursos de ti para a atividade-fim em uma instituição de ensino superior. 2004. 150 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2004.

MILANESI, L. O que é biblioteca. São Paulo: Brasiliense, 1985.

NASCIMENTO, E. G. V. Método de gestão para biblioteca universitária baseado no balanced scorecard. 2009. 105 f. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.

WAZLAWICK, R. S. Análise e projeto de sistemas de informação orientados a objetos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.




DOI: https://doi.org/10.14295/biblos.v32i1.7985

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ

 

 

PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ