Ciência da informação, tecnologia e sociedade

Rodrigo Hipólito Roza

Resumo


As Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são responsáveis, em grande parte, pelas diversas transformações ocorridas na atual sociedade, denominada sociedade da informação por alguns autores. Esta importância atribuída às TICs pode, no entanto, levar a abordagens meramente tecnológicas para tratamento das questões informacionais atuais. O objetivo deste artigo foi abordar a perspectiva da ciência da informação sobre as transformações sociais alicerçadas nos avanços tecnológicos. Assim, a ciência da informação é apresentada como área interdisciplinar de conhecimento, cujas dimensões humanas e sociais vão além das tecnologias, fornecendo uma visão mais ampla sobre a realidade baseada nos recursos tecnológicos, essencial para a compreensão e desenvolvimento da sociedade da informação.


Palavras-chave


ciência da informação; interdisciplinaridade; tecnologia da informação e comunicação; sociedade.

Texto completo:

PDF

Referências


BARANAUSKAS, M. C. C.; SOUZA, C. S.; PEREIRA, R. (Orgs.). (2015). I GranDIHC-BR: Grand Research Challenges in Human-Computer Interaction in Brazil. Cuiabá: Brazilian Computer Society, 2015.

BARRETO, A. A. Os destinos da ciência da informação: entre o cristal e a chama. Informação & Sociedade. v. 9, n. 2, p. 371-382, 1999.

BEGOLI, E.; HOREY, J. Design principles for effective knowledge discovery from big data. In: Software Architecture (WICSA) and European Conference on Software Architecture (ECSA). IEEE/IFIP, 2012. p. 215-218.

CASTELLS, M. The rise of the network society: The information age: Economy, society, and culture. Oxford: Wiley-Blackwell, 2010.

DODD, A. Z. O guia essencial para telecomunicações. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

FALSARELLA, O. M.; JANNUZZI, C. A. S. C.; SUGAHARA, C. R. Gestão estratégica empresarial: proposição de um modelo de monitoramento informacional na era do big data. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 15, n. 2, p. 420-441, 2017.

HEWETT, T. T. el al. ACM SIGCHI curricula for human-computer interaction. New York: Association for Computing Machinery, 1992.

HEYLIGHEN, F.; LENARTOWICZ, M. The Global Brain as a model of the future information society: An introduction to the special issue. Technological Forecasting & Social Change, 2017.

LE COADIC, Y. F. A ciência da informação. Brasília: Briquet de Lemos Livros, 1996.

LECUN, Y.; BENGIO, Y.; HINTON, G. Deep learning. Nature, v. 521, n. 7553, p. 436-444, 2015.

LEGEY, L.; ALBAGLI, S. Construindo a sociedade da informação no Brasil: uma nova agenda. DataGramaZero – Revista de Ciência da Informação, v. 1, n. 5, 2000.

LEINER, Barry M. et al. A brief history of the Internet. ACM SIGCOMM Computer Communication Review, v. 39, n. 5, p. 22-31, 2009.

PINHO, J. A. G. Sociedade da informação, capitalismo e sociedade civil: reflexões sobre política, internet e democracia na realidade brasileira. Revista de Administração de empresas, v. 51, n. 1, p. 98-106, 2011.

PRESSMAN, R. S. Engenharia de software: uma abordagem profissional. Porto Alegre: McGraw Hill Brasil, 2011.

REZENDE, D. A. Engenharia de software e sistemas de informação. Rio de Janeiro: Brasport, 2005.

ROZA, R H. Estilos de aprendizagem e o uso das tecnologias da informação e comunicação. 2017. 157p. Tese (Doutorado em Psicologia como Profissão e Ciência) – Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Centro de Ciências da Vida, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Campinas, 2017.

RUSSELL, S.; NORVIG, P. Inteligência Artificial. Rio de Janeiro: Campus, 2013.

SAMUEL, A. L. Some studies in machine learning using the game of checkers. IBM Journal of research and development, v. 44, n. 1.2, p. 206-226, 2000.

SANTA ANNA, J.; PIERI, E. M. M. Práticas profissionais em ciência da informação: uma revisão da literatura. Biblionline, v. 13, n. 1, p. 51-70, 2017.

SARACEVIC, T. Interdisciplinary nature of information science. Ciência da Informação, Brasília, v. 24, n. 1, p. 36-41, 1995.

SHANNON, C. E. A mathematical theory of communication. Bell System Technical Journal, v. 27, p. 379-423, 1948.

SHANNON, C. E.; WEAVER, W. A teoria matemática da comunicação. São Paulo: Difel, 1975.

SOARES, L. F. G.; LEMOS, G.; COLCHER, S. Redes de computadores: das LANs, MANs e WANs às redes ATM. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1995.

STEVENSON COMMITTEE et al. Information and communications technology in UK schools: An independent enquiry (The Stevenson Report). 1997.

TAKAHASHI, Tadao (Org.). Sociedade da informação no Brasil: livro verde. Ministério da Ciência e Tecnologia, 2000.

TANENBAUM, A. S. Modern operating systems. London: Pearson Education, 2009.

TANENBAUM, A. S.; WETHERALL, D. J. Computer Networks, 5th Edition. Boston: Prentice Hall. 2011.

WALDMAN, H.; YACOUB, M. D. Telecomunicações: princípios e tendências. São Paulo: Érica, 1997.




DOI: https://doi.org/10.14295/biblos.v32i2.7546

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ

 

 

PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ