As relações de fronteira no início do século XVIII a partir de um estudo demográfico de Rio Grande

Carolina Lopez Israel

Resumo


A vila do Rio Grande de São Pedro foi palco de intensas disputas entre Portugal e Espanha desde sua fundação pelos portugueses em 1737. Essas disputas tiveram seu momento culminante na invasão espanhola a Rio Grande em 1763 e que se prolongou numa ocupação que durou até 1777. Esse conflito mostra-nos uma idéia de fronteira de litígio constante entre portugueses e espanhóis. Ora, a historiografia regional brasileira, ao estudar a formação do Rio Grande do Sul, excluiu por muito tempo a presença espanhola na formação da Capitania. Neste trabalho pretendemos mostrar a importância da presença espanhola na formação da capitania, mas principalmente a sua presença na vila do Rio Grande de São Pedro, inclusive antes mesmo da ocupação. Para isso nos utilizamos de levantamento demográfico da região e de bibliografia especializada no assunto.

Palavras-chave


Rio Grande de São Pedro, fronteira colonial do Rio Grande do Sul

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ

 

 

PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ