Sítio cerâmico Tupiguarani na bacia do Rio Vacacaí-Mirim, RS.

Autores

  • Victor Hugo da Silva Oliveira
  • Edio Erni Prade
  • Ana Inez Klein

Palavras-chave:

Tupiguarani, Cerâmica, Sítio Arqueológico.

Resumo

O Sítio arqueológico objeto deste trabalho situa-se na localidade conhecida como Cabaceira do Raimundo, 7° Distrito de Boca do Monte, município de Santa Maria. Encontra-se em torno de 100m acima do nível do mar. Climatologicamente, é uma região subtropical. A mata latifoliada ocupa apreciável área dentro da região sob diferentes formas e, apesar da grande devastação, recobre ainda hoje regulares extensões. Fisiograficamente, a região pertence à Depressão Central, que faz parte da Região Sul, cuja formação geológica data da final do Paleozóico e início do Mesozóico, porém apresentando áreas de formação mais recente, isto é, do Quaternário. Ocupa a área do Planalto Meridional Brasileiro. A localização do sítio foi facilitada pelo depoimento de moradores e por fontes bibliográficas. Até o presente, foram realizadas coletas superficiais sistemáticas, prospecções e escavações, cujo material recolhido (cerâmica e corante), uma vez estudado, revelou-se ser da Tradição Tupiguarani. Das conclusões que encontramos, salientamos as seguintes: a técnica do acordelado, o tratamento de superfície, a quiema e as formas são comuns à tradição Tupiguarani. A Tradição Ceramista Tupiguarani paresenta como característica a vivência de campo aberto, próximos de sangas ou córregos. Com relação à cronologia, conseguida através do material estudado, ou melhor, das peculiaridades da cerâmica, da localização, próximo de curso d'água, podemos estabelecer uma datação aproximada para o sítio Cabeceira do Raimundo de 1500 d.C. até +-1700 d.C. Com o nosso trabalho foi possível observar uma certa uniformidade dos materiais coletados, embora a localização dos mesmos encontre-se ligeiramente diferenciada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Victor Hugo da Silva Oliveira

Coordenador do LEPA e professor de Antropologia Cultural e História Geral I do Departamento de História do CCSH e UFSM. http://lattes.cnpq.br/4178102659004953

Edio Erni Prade

Bolsista CCSH da Universidade Federal de Santa Maria, UFSM.

Ana Inez Klein

Estagiária do LEPA.

Publicado

2007-07-26

Como Citar

Oliveira, V. H. da S., Prade, E. E., & Klein, A. I. (2007). Sítio cerâmico Tupiguarani na bacia do Rio Vacacaí-Mirim, RS. BIBLOS, 4, 43–52. Recuperado de https://periodicos.furg.br/biblos/article/view/70

Edição

Seção

Artigos