Caracterização de uma biblioteca universitária sob a ótica do paradigma da Biblioteconomia e da Ciência da Informação

Marcelo Cavaglieri

Resumo


Este estudo traça discussões acerca da Biblioteconomia e da Ciência da Informação (CI), levantando um breve histórico da CI e discutindo alguns conceitos que regem o campo do profissional da informação. A pesquisa também traz um desenho de uma Biblioteca Universitária, debatendo os serviços e a essência sob o ponto de vista dos paradigmas da Biblioteconomia e da CI, destacados na literatura. A coleta de informações foi feita através de observações e conversas com os gestores da Unidade de Informação (UI). Os resultados obtidos correspondem à realidade de muitas UI que ainda precisam evoluir, deixando para trás alguns paradigmas antigos e se adequar ao novo perfil dos interagentes.

Palavras-chave


Paradigmas da Biblioteconomia; Paradigmas da Ciência da Informação; Biblioteca Universitária.

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, Aidil de Jesus Paes de; LEHFELD, Neide Aparecida de Souza. Fundamentos de metodologia: um guia para iniciação científica. 2. ed. ampl. São Paulo: Markon, 2000.

CAPURRO, R. Epistemologia e ciência da informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 5., 2003, Belo Horizonte. Anais eletrônicos... Belo Horizonte: ENANCIB, 2003. p.1-21. Disponível em: . Acesso em: 20 maio 2014.

CORRÊA, Elisa Cristina Delfini. Os usos do computador e a definição do campo da Ciência da Informação em relação à Biblioteconomia no Brasil: uma análise sociotécnica. Tese (Doutorado em Sociologia Política)- Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Florianópolis, 2008.

FOSKETT, D. J. et al. Ciência da informação ou Informática? Rio de Janeiro: Calunga, 1980. 105 p.

FREITAS, Carlos Henrique Tavares de. A Perspectiva de uma biblioteca virtual na Guimarães Agrícola: informação com qualidade e eficiência. 2006. 131 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia do Curso de Biblioteconomia)- Universidade Federal de Mato Grosso, Rondonópolis, 2006.

GOUVEIA JÚNIOR, Mário; SANTOS, Raimundo Nonato Macedo dos. Mudança de paradigma e sua ruptura: um estudo de caso na Museologia e a pluralidade paradigmática da Ciência da Informação. TransInformação, Campinas, v. 24, v. 2, p. 117-126, maio/ago., 2012.

KUHN, Thomas Samuel. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 1962.

LÊ COADIC, Y. F. A ciência da informação. Brasília: Brinquet de lemos, 1996. 119p.

MARCONDES, Danilo. A crise dos paradigmas e o surgimento da modernidade. In: BRANDÃO, Zaia (Org.) A crise dos paradigmas e a educação. 8 ed. São Paulo: Cortez, 2002. (Coleção Questões de nossa época).

MOSTAFA, Solange Puntel. As ciências da informação. Perspectivas, São Paulo, v. 8. n. 4, p. 22-27, out./dez., 1994.

NUNES, Lucilene. Tendências epistemológicas da Ciência da Informação na Revista Datagramazero. In: XXIX ENEBD. Anais... Bahia, 2006.

OLIVEIRA, M. (Org.). Ciência da informação e biblioteconomia: novos conteúdos e espaços de atuação. Belo Horizonte: UFMG, 2005.

RENAULT, L. V. Paradigmas e modelos: proposta de análise epistemológica para a ciência da informação. Transinformação, Campinas, v. 17, n. 2, p. 53-60, maio / ago. 2007.

ROBREDO, J. Da ciência da informação revisitada aos sistemas humanos de informação. Brasília: Thesaurus; 2003. 245 p.

SARACEVIC, T. Ciência da informação: origem, evolução e relações. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 1, n. 1, p. 41-62, 1996.

TARGINO, Maria das Graças. A BIBLIOTECA DO SÉCULO XXI: novos paradigmas ou meras expectativas? Inf. & Soc., João Pessoa, v. 20, n. 1, p. 39-48, jan./abr. 2010.




DOI: https://doi.org/10.14295/biblos.v31i2.6795

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ