Rio da Prata quinhentista: uma abordagem histórico-arqueológica

Autores

  • Anselmo Alves Neetzow

Palavras-chave:

Rio da Prata, Quinhentista, arqueologia

Resumo

Os contatos interétnicos na região do Rio da Prata no século XVI Demonstram ser um tema motivador. Da primeira metade do século XVI, existirem dois importantes relatos de personagens que viveram a conquista européia na América, Ulrich Schmidell e Alvar Nuñez Cabeza de Vaca. Seus relatos publicados através dos anos são esclarecedores sobre a região platina de época em questão. As pesquisa arqueológicas sobre a mesma região também nos fornecem dados e interpretações sobre o passado. O contraponto desses dados é o objetivo principal da presente pesquisa. Através desse contraponto de informações foi possível reconstruir mais um trecho do passado platino, no que se refere aos contatos entre os primeiros europeus no continente americano e a sua população autóctone.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anselmo Alves Neetzow

Graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e mestrado em Arqueologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Mais informações: Currículo Lattes

Publicado

2008-01-23

Como Citar

Neetzow, A. A. (2008). Rio da Prata quinhentista: uma abordagem histórico-arqueológica. BIBLOS, 14, 15–21. Recuperado de https://periodicos.furg.br/biblos/article/view/647

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)