Ambiente virtual: a ponte para conhecer as bibliotecas das escolas

Ediane Toscano Galdino de Carvalho, Lais Emanuely Albuquerque dos Santos

Resumo


Resumo


Identifica a existência de bibliotecas escolares a partir dos endereços eletrônicos das escolas da rede particular de ensino da cidade de João Pessoa, PB. Dessa forma, o artigo aborda a web como espaço significativo no processo de gestão das escolas, além de ser instrumento dinamizador para o ensino e aprendizagem, sendo necessário conhecer todas as operacionalidades da web e poder utilizar a favor da escola e conseqüentemente da biblioteca. Em se tratando do processo metodológico, a pesquisa caracteriza-se como exploratória, utilizando-se do ambiente virtual para explorar os dados necessários à mesma. A investigação foi realizada em vinte escolas da rede de ensino privado da cidade de João Pessoa, PB. Como resultado, observou-se que o número de escolas que identificam em seus sites a existência de bibliotecas é extremamente insatisfatório, tendo em vista que a biblioteca é uma instituição integrante para o processo de ensino e aprendizagem de uma escola.

Palavras-chave


Biblioteca escolar; Ambiente virtual; Escolas.

Texto completo:

PDF

Referências


Referências

AMARAL, Sueli Angelica; SOUZA Katyusha Madureira Loures de. Funções desempenhadas pelos websites de bibliotecas jurídicas governamentais brasileiras. Investigación Bibliotecológica, v.22, n. 46, septiembre/diciembre, 2008.

FURTADO, Cassia. Educação e bibliotecas digitais. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v.8, n.1, p.103-116, jul./dez. 2010. Disponível em: Acesso em: 26 ago. 2015.

GARCIA DE LEÓN, Alicia , GARRIDO DIAZ, Adriana. Los sítios web como estructuras de información: um primer abordajeenlos critérios de calidad. Biblios, Peru, n. 12, p. 1-16, abr./jun. 2002.

GUEDES, Anne Goni. O uso de sites educacionais no ensino de higiene e saúde. Rio de Janeiro. 2010. Monografia (Licenciatura Plena em Ciências Biológicas) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. 2010.

MACEDO, Neusa Dias de. Biblioteca escolar brasileira em debate: da memória profissional a um fórum virtual. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2005.

OLIVEIRA, Angela Maria de. A internet como ferramenta de Marketing nas bibliotecas. Inf.Inf., Londrina, v. 7, n. 2, p. 105-112, jul./dez. 2002.

OHIRA, Maria Lourdes Blatt; CASTRO, Marília Beatriz de. SILVEIRA, Celoida. Critérios para avaliação de conteúdo dos sites dos arquivos públicos estaduais do Brasil. In: II Ciberética. Simpósio Internacional de Propriedade Intelectual, Informação e Ética. VIII Encontro Nacional de Informação e Documentação Jurídica / ENIDJ. 22 Painel de Biblioteconomia em Santa Catarina. Florianópolis, 12 a 14 de novembro de 2003.

SANTOS, Antonio Sá. Níveis de usabilidade e satisfação em sites de bibliotecas. Lisboa, 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências da Documentação e Informação) – Universidade de Lisboa, 2010.

SEVERINO, Antonio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23 ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SIILVA, Waldeck Carneiro da.Miséria da biblioteca escolar. 3. ed. São Paulo, Cortez, 2003. (Coleção Questões de Nossa Época, 45).

SOUTO, Leonardo Fernandes. Biblioteconomia em reflexão: cenários, práticas e perspectivas. In.: ______ (Org.). O profissional da informação em tempo de mudanças. Campinas, SP: Alínea, 2005. p. 30-53.

TEIXEIRA FILHO, J. Gerenciando conhecimento: como a empresa pode usar a memória organizacional e a inteligência competitiva no desenvolvimento dos negócios. Rio de Janeiro: SENAC, 2000.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ