O processo civilizatório e a influência da medicina social: cortiço - fotografia de época

Edelves Vieira Rodrigues

Resumo


A temática discutida no trabalho tem como cenário o cortiço, primeira habitação popular da modernidade, e como pano de fundo o processo de urbanização da cidade de Porto Alegre. O cortiço foi estigmatizado como local promíscuo, foco de criminalidade e de prostituição, pois era densamente habitado e anti-higiênico. Essa estigmatização é contemporânea da implantação de um novo padrão de valores: o da cidade limpa e ordenada. O discurso da cidade limpa e ordenada foi orquestrado por um novo tipo de poder/saber que estava sendo instituído pela medicina, através da higiene. O cortiço, tornado objeto da medicina social por ser um foco da desordem urbana, mostra por outro lado a fotografia do Brasil na época, local de mistura de raças, de alegria e prosperidade.

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 BIBLOS



PROPESQ PROPESQ  PROPESQ  PROPESQ PROPESQ  PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ 

Flag Counter