O intelectual e a obra Raízes do Brasil: uma discussão historiográfica

Júlia Silveira Matos

Resumo


A obra de Sérgio Buarque de Holanda, desde sua morte, ganhou inúmeros intérpretes e questionadores que se dispuseram a analisar seu enigmático conceito de “Homem Cordial”. Entretanto, a maioria das análises hoje existentes considera sua obra Raízes do Brasil uma síntese da história do país, voltada à cultura brasileira, e desconsideram seu caráter político e questionador frente aos cordialismos que deterioram nossa política. No presente trabalho, apresentamos as interpretações tradicionais da obra desse autor e como muitas vezes estas foram produzidas de forma descontextualizada.

Palavras-chave: historiografia; democracia; cordialismos

Palavras-chave


historiografia; democracia; cordialismos

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ