A questão da dependência nas relações internacionais: a gênese da preeminência britânica no Brasil.

Francisco das Neves Alves

Resumo


A formação histórica brasileira, desde o processo de formação do Estado Nacional, caracterizou-se por um acentuado grau de dependência. No campo das relações internacionais, o Brasil nasceria sobre a hegemonia britânica, herança ainda dos tempos coloniais, quando, desde a Restauração Portuguesa, os lusitanos viviam sob a tutela inglesa. O predomínio da Inglaterra sobre a colônia portuguesa na América do Sul se consolidaria de vez a partir dos Tratados Strangford de 1810, que determinavam amplas vantagens para os britânicos, as quais seriam renovadas, em 1827, já com o Estado Brasileiro, que adentrava o quadro das relações exteriores sob a preeminência da Grã-Bretanha. Uma introdução a esse tema constitui o objeto de estudo deste trabalho.

Palavras-chave


Brasil; relações internacionais; hegemonia; dependência; tratados internacionais.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ PROPESQ   PROPESQ   PROPESQPROPESQ             PROPESQ

 

 

PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ