A musealização da memória fotográfica riograndina

Autores

  • Vanessa Barrozo Teixeira
  • Diego Lemos Ribeiro

Palavras-chave:

Museologia, Ciência da Informação

Resumo

Esse artigo busca analisar como se constitui o processo de musealização que sofrem as fotografias doadas para a Fototeca Municipal Ricardo Giovannni e como, através deste processo, estas imagens transformam-se em documentos/fontes de informação. Através de um levantamento documental da instituição e do desenvolvimento de suas ações museológicas, pretende-se enfatizar a consolidação da Fototeca Municipal como um espaço museal, propriamente dito. Desse modo, pretende-se ressaltar como a musealização deste acervo fotográfico em específico, auxilia na preservação e na salvaguarda da memória riograndina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Barrozo Teixeira

Bacharel em Museologia/UFPel; Mestranda do Programa de Pós Graduação em Educação (PPGE/FAE/ UFPel) atuando na linha de Filosofia e História da Educação. Membro do Centro de Estudos e Investigações em História da Educação (CEIHE/FAE/UFPel)

Diego Lemos Ribeiro

Bacharel em Museologia/UNIRIO; Mestre em Ciência da Informação/UFF; Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Arqueologia (MAE-USP).

Downloads

Publicado

2013-04-26

Como Citar

Teixeira, V. B., & Ribeiro, D. L. (2013). A musealização da memória fotográfica riograndina. BIBLOS, 26(1), 97–114. Recuperado de https://periodicos.furg.br/biblos/article/view/2278

Edição

Seção

Artigos