O acesso, avaliação e compartilhamento de fontes da informação sobre a covid-19 na periferia de São Carlos - SP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/biblos.v36i1.14210

Palavras-chave:

Fontes de informação para a saúde, Covid-19, Letramento midiático e informacional

Resumo

Desde que o primeiro caso de Covid-19 foi registrado no final de 2019, toda a população do mundo foi obrigada a ficar em casa, e consequentemente, a usar a Internet e os meios de comunicação ativamente. O vírus causou não apenas uma crise de saúde, mas também uma “infodemia”. Porém a informação é vista como essencial para prevenir a proliferação do vírus, para a qual é necessário conseguir identificar e avaliar fontes de informação de boa qualidade. O estudo aqui descrito, que foi realizado por meio da aplicação de um questionário, objetivou identificar facetas das práticas de acesso, avaliação e compartilhamento da informação sobre a Covid-19 pelos moradores de um bairro periférico da cidade de São Carlos, no interior do estado de São Paulo. Mesmo que os participantes da pesquisa tenham uma percepção majoritariamente otimista das suas próprias habilidades informacionais, foi identificada a necessidade de prover conteúdo de letramento midiático e informacional para estes moradores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Marcos Amorim da Silva Neto, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Bibliotecário formado pela Universidade Federal de São Carlos. 

Referências

BBC BRASIL. Coronavírus: como informações falsas sobre a pandemia mataram mais de 800 pessoas. 2020. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-53762751. Acesso: 18 mar. 2021.

BIERNACKI, P.; WALDORF, D. Snowball sampling: Problems and techniques of chain referral sampling. Sociological Methods & Research, Beverly Hills, v. 10, n. 2, p. 141-163, 1981. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/004912418101000205. Acesso: 18 mar. 2021.

BRASIL. Coronavírus Brasil. Painel Coronavírus. 2021. Disponível em: https://covid.saude.gov.br. Acesso: 18 mar. 2021.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL (CGI.br). TIC Domicílios. Pesquisa Sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nos Domicílios Brasileiros, 2020. São Paulo: CGI, 2021.

CONCEIÇÃO, Eduardo Guedes da. O fenômeno Facebook no Brasil. Rede social ou dependência digital? Dissertação (Mestrado em Saúde Mental) - Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: http://objdig.ufrj.br/52/teses/871444.pdf Acesso: 04 maio 2021.

COSTA SILVA FILHO, R.; SILVA, L. M.; LUCE, B. Impacto da pós-verdade em fontes de informação para a saúde. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 13, p. 271-287, 2017. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/892. Acesso em: 4 maio 2021.

CUBAS, M. R.; FELCHNER, P. C. Z. Análise das fontes de informação sobre os autoexames da mama disponíveis na Internet. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 17, p. 965-970, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1413-81232012000400018. Acesso em: 4 maio 2021.

EYSENBACH, G. What is e-health? Journal of Medical Internet Research, Augsburg, v. 3, n. 2, 2001. Disponível em: https://www.jmir.org/2001/2/e20/. Acesso em: 6 Mar. 2021.

ESTADÃO. Idosos compartilham sete vezes mais notícias falsas do que jovens no Facebook, diz pesquisa. Disponível em: https://politica.estadao.com.br/blogs/estadao-verifica/idosos-compartilham-sete-vezes-mais-noticias-falsas-do-que-usuarios-mais-jovens-no-facebook-diz-pesquisa/. Acesso: 23 Jun. 2021.

FURNIVAL, A. C. M; SANTOS, T. Desinformação e as fake news: apontamentos sobre seu surgimento, detecção e formas de combate. Conexão-Comunicação e Cultura, Caxias do Sul, v. 18, n. 36, 2020. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/16542. Acesso em: Acesso: 23 Jun. 2021.

GALARCE, Ezequiel M.; RAMANADHAN, Shoba; VISWANATH, K. Health information seeking. In: VANGELISTI, A. L. (Ed.). The Routledge handbook of health communication. London: Routledge, 2011. p. 194-207.

G1. Cidade Aracy lidera lista de bairros de São Carlos com mais casos de Covid-19. 15 de Dezembro de 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2020/12/15/cidade-aracy-lidera-lista-de-bairros-de-sao-carlos-com-mais-casos-de-covid-19.ghtml. Acesso: 6 Mar. 2021.

G1. Imprensa internacional repercute caos nos hospitais de Manaus. Disponível em: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/01/15/imprensa-internacional-repercute-caos-nos-hospitais-de-manaus.ghtml. Acesso: 22 jun. 2022.

INSTITUTO PAULO MONTENEGRO; AÇÃO EDUCATIVA. INAF Brasil 2018. Resultados Preliminares. São Paulo: Ação Educativa, 2018. Disponível em: https://acaoeducativa.org.br/wp-content/uploads/2018/08/Inaf2018_Relat%C3%B3rio-Resultados-Preliminares_v08Ago2018.pdf Acesso: 24 jun 2022.

IPSOS. Fake news, filter bubbles, post-truth and trust. Disponível em: https://www.ipsos.com/sites/default/files/ct/news/documents/2018-08/fake_news-report.pdf. Acesso: 10 abr. 2022.

MAZZUCO, G. G.; MOSCHINI, L. E. Análise de indicadores de desempenho urbano: Estudo de caso - Bairro Cidade Aracy, São Carlos, SP. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, Taubaté, v. 14, n. 5, 2018. https://doi.org/10.54399/rbgdr.v14i5.4086. Disponível em: https://www.rbgdr.net/revista/index.php/rbgdr/article/view/4086. Acesso em: 22 jun. 2022.

MONTALVÃO NETO, Alberto Lopo et al. Ciência, fake news e pós-verdades: a produção de efeitos de verdade em tempos de pandemia. Anais do Encontro Virtual de Documentação em Software Livre e Congresso Internacional de Linguagem e Tecnologia Online, [Belo Horizonte], v. 9, n. 1, nov. 2020. ISSN 2317-0239. Disponível em: http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/anais_linguagem_tecnologia/article/view/17730. Acesso em: 2 maio 2021.

OMS. ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. World Health Organization [Internet]. WHO public health research agenda for managing infodemics. Geneva: WHO; 2021. Disponível em: https://www.who.int/publications/i/item/9789240019508. Acesso em: 10 abr. 2022.

SILVA, Virgínia Ferreira da. Migrantes da periferia urbana: redes sociais e a construção do bairro. Ponto Urbe - Revista de Núcleo de Antropologia da USP. 2007. Disponível em: https://journals.openedition.org/pontourbe/1248. Acesso: 6 Mar. 2021.

SUNDAR, S.; RICE, R; KIM, H; SCIAMANNA, C. Online Health Information: Conceptual Challenges and Theoretical Opportunities 181. In: VANGELISTI, A. L. (Ed.). The Routledge handbook of health communication, London: Routledge, 2011. 2nd Edition.

UNESCO. Alfabetização midiática e informacional: currículo para formação de professores,2013.Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000220418 Acesso: 8 abr. 2021.

VINUTO, J. A amostragem em bola de neve na pesquisa qualitativa: um debate em aberto. Temáticas, Campinas, v. 22, n. 44, p. 203-220, 2014. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tematicas/article/view/10977. Acesso em: 8 abr. 2021.

Downloads

Publicado

2022-09-12

Como Citar

Silva Neto, J. M. A. da ., & Furnival, A. (2022). O acesso, avaliação e compartilhamento de fontes da informação sobre a covid-19 na periferia de São Carlos - SP. BIBLOS, 36(1). https://doi.org/10.14295/biblos.v36i1.14210