Indivíduo e ambiente: a metodologia de pesquisa da história oral

Latif Antonia Cassab, Aloísio Ruscheinsky

Resumo


Os autores entendem que o uso da metodologia da Historia Oral representa uma das formas de pesquisa qualificadas para a obtencao e a ampliacao de conhecimentos. Polemicas e limites podem ser apontados a proposito das diferentes metodologias de pesquisa e subsistem para alem do seu uso, uma vez que implicam desvendar os fins da investigacao. A procura dos significados da vida cotidiana e auxiliada de maneira significativa atraves de historia de vida. As caracteristicas éticas acompanham esta investigacao, uma vez que, ao se dar a conhecer atraves da narrativa ao pesquisador, o outro desvela seu universo intimo. A riqueza da pesquisa com esta metodologia esta na enfase e importância atribuida ao sujeito da historia, construtor de seu destino, entre possibilidades e limites. Reconstruir historias, situacoes, acontecimentos, subsidiado pela voz do outro, deve tornar o pesquisador responsavel e comprometido com o valor de seu trabalho e a difusao dos seus resultados para a comunidade.

Palavras-chave


Memória; Pesquisa; Sujeitos; História; Ética.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


PROPESQ PROPESQ  PROPESQ  PROPESQ PROPESQ  PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ