ADONIAS FILHO E A BIBLIOTECA NACIONAL NOS ANOS 60

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/biblos.v35i1.12212

Palavras-chave:

Fundação Biblioteca Nacional, Adonias Filho, Administração de bibliotecas, Bibliotecas nacionais, CPI da Biblioteca Nacional.

Resumo

Enfoca a gestão de Adonias Filho como diretor da Biblioteca Nacional do Brasil, ocorrida entre os anos de 1961 e 1971. Tendo por base as considerações elaboradas na tese de doutorado “O leigo e a especialista”, publicada em 2019, procura trazer à luz mais elementos para compreender o contexto social e a Biblioteca Nacional do Brasil durante os anos 1960. O corpus documental analisado foi composto majoritariamente por recortes de jornal da época. Resgata a memória de eventos institucionais e excepcionais, como a CPI da Biblioteca Nacional, ocorrida em 1966, cujo resultado foi inócuo, e constata que não houve evolução com relação aos problemas institucionais daquele período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Grings, Fundação Biblioteca Nacional

Doutora e mestre em Memória Social pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Coordenadora de Serviços Bibliográficos da Fundação Biblioteca Nacional.

Downloads

Publicado

2021-07-27

Como Citar

Grings, L. (2021). ADONIAS FILHO E A BIBLIOTECA NACIONAL NOS ANOS 60. BIBLOS, 35(1). https://doi.org/10.14295/biblos.v35i1.12212

Edição

Seção

Artigos