BIBLIOTECAS PÚBLICAS INFANTIS

HISTÓRIAS DE ONTEM E HOJE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/biblos.v35i1.12094

Palavras-chave:

Biblioteca Pública. Infância. Livro e leitura.

Resumo

O presente artigo apresenta parte dos resultados de uma pesquisa de mestrado e busca discutir a biblioteca pública para infância. Em diálogo com o contexto político nacional, lança-se luz e foco para dois projetos de livro e leitura: a Biblioteca Infantil do Distrito Federal e a Biblioteca Parque da Rocinha. O primeiro projeto foi idealizado e fundado por Cecília Meireles em 1934 e configura-se como a primeira biblioteca pública infantil do Brasil. O segundo projeto, inaugurado em 2012, nasce como umcentro cultural que privilegia a leitura em diferentes suportes. Espaços que surgem em diferentes contextos históricos, mas que se destacam pela concepção inovadora de biblioteca ao possibilitarem o encontro com a palavra escrita, o teatro, a mídia audiovisual e eletrônica. Equipamentos culturais desejados, mas nem sempre acessíveis às classes populares. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafaela Vilela, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Educação (UFRJ).

Professora do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Referências

AUTOR, referência (política de avaliação às cegas).

BRASIL. Portaria Interministerial nº 1.442, de 10 de agosto de 2006. Institui o Plano Nacional do Livro e Leitura. Disponível em: https://www.semesp.org.br/legislacao/migrado2046/ Acesso em: 01. ago. 2020.

BRASIL. Lei 12.343, de 2 de dezembro de 2010. Institui o Plano Nacional de Cultura - PNC, cria o Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais - SNIIC e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Lei/L12343.htm Acesso em: 01. ago. 2020.

CALVINO, Italo. Se um viajante numa noite de inverno. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

CASTRILLÓN, Silvia. O direito de ler e escrever. São Paulo: Pulo do Gato, 2011.

CORSINO, Patrícia; PIMENTEL, Claudia; FERNANDES, Mônica Pinheiro. Reflexões sobre políticas de acesso ao livro e à leitura literária em cinco municípios fluminenses. In: Revista Contemporânea de Educação. Rio Janeiro: FE/UFRJ, v.6, n. 12, p. 61-76, ago./dez., 2011.

DUNLOP, Charles. O Pavilhão Mourisco. Disponível em: http://brasilianafotografica.bn.br/?tag=pavilhao-mourisco Acesso em: 01. ago. 2020.

FAILLA, Zoara (org.). Retratos da Leitura no Brasil. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo: Instituto Pró-Livro, 2012.

LIMA, Mayumi. A cidade e a criança. São Paulo: Nobel, 1989.

PERROTTI, Edmir. Confinamento cultura, infância e leitura. São Paulo: Summus, 1990.

PIMENTA, Jussara. Leitura e encantamento: a Biblioteca Infantil do Pavilhão Mourisco. In: NEVES, M.; LÔBO, Y.; MIGNOT, A. (orgs.). Cecília Meireles: a poética da educação. Rio de Janeiro: Editora PUC-Rio: Loyola, 2001, p. 105-119.

RIBEIRO, Caru. Biblioteca Parque da Rocinha. Disponível em: http://mapadecultura.rj.gov.br/manchete/biblioteca-publica-da-rocinha Acesso em: 01. ago. 2020.

ROSA, Flávia; ODDONE, Nanci. Políticas públicas para o livro, leitura e biblioteca. In: Ciência da Informação, v. 35, n. 3, 2006, p. 183-193. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ci/v35n3/v35n3a17.pdf Acesso em: 01. ago. 2020.

Downloads

Publicado

2021-07-27

Como Citar

Vilela, R. (2021). BIBLIOTECAS PÚBLICAS INFANTIS: HISTÓRIAS DE ONTEM E HOJE. BIBLOS, 35(1). https://doi.org/10.14295/biblos.v35i1.12094

Edição

Seção

Artigos