PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO DE RECURSOS DO PATRIMÔNIO CULTURAL CIENTÍFICO NO MODELO EDM

uma perspectiva de representação de um domínio temático

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/biblos.v34i2.11864

Palavras-chave:

Patrimonio Cultural Científico, Web Semântica, Europeana

Resumo

As instituições que lidam com a curadoria do patrimônio cultural têm o desafio de organizar as informações do campo em que estão inseridas e englobando questões sobre interoperabilidade de dados na internet. O uso das tecnologias da Web Semântica e dos princípios Linked Data tem sido apontado como facilitador para interligar dados e recursos oriundos de diferentes acervos e procedências a partir do momento em que possibilita que se estabeleçam metadados de ligações semânticas em contextos específicos. Neste ensaio propomos um estudo de caso sobre formas de integração de bens documentais do Patrimônio Cultural Científico, tomando por base a modelagem de descrição de recursos Europeana Data Model (EDM) e a possibilidade do reuso de metadados já estabelecidas por vocabulários semânticos. Dessa forma, buscamos verificar como esta abordagem pode contribuir para o desenvolvimento de uma rede de dados em campos mais específicos do patrimônio cultural mais específicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudio Jose S. Ribeiro, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Doutor em Ciência da Informação

Professor Adjunto - CCH/DPTD e PPGB/Unirio

http://lattes.cnpq.br/1459853686434404

Alexandre Medeiros Correia de Sousa, Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal. Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Doutorando em Ciência da Informação/DFCI - Universidade de Coimbra

http://lattes.cnpq.br/4513392708675350

Maria Manuel Borges, Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal. Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeir

Doutora em Ciências Documentais. Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal

Professora Associada do DFCI/Universidade de Coimbra

https://www.cienciavitae.pt/portal/821F-CED0-75EA

 



Referências

ARAÚJO, B. M.; RIBEIRO, E. S.; GRANATO, M. Carta do Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia: produção e desdobramentos. In: ARAÚJO, B. M.; RIBEIRO, E. S.; GRANATO, M. (eds.). Cadernos do Patrimônio da Ciência e Tecnologia: instituições, trajetórias e valores. Rio de Janeiro: Museu de Astronomia e Ciências Afins, 2017. p. 11–20.

BAKER, K. Exploring cultural heritage in the context of museums, archives and libraries. In: Information Literacy and Cultural Heritage. [S.l.]: Chandos Publishing, 2013. p. 1–39.

BERNERS-LEE, T. Linked Data. Disponível em: <https://www.w3.org/DesignIssues/LinkedData.html>. Acesso em: 15 nov. 2018.

BERNERS-LEE, T.; HENDLER, J.; LASSILA, O. The Semantic Web: a new form of web content that is meaningful to computers will unleash a revolution of new possibilities. Scientific American, New York, v. 284, n. 5, p. 35–43, 2001.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação. Panorama da interoperabilidade no Brasil. Brasília : MP/SLTI, 2010.

BRASIL. Guia de interoperabilidade-cartilha Técnica. 2015. Disponível em https://www.gov.br/governodigital/pt-br/governanca-de-dados/Guia_de_Interoperabilidade_Cartilha_ Tecnica_2015.pdf/view. Acesso em 07de julho de 2020.

BUGBEE, K. et al. The art and science of data curation: Lessons learned from constructing a virtual collection. Computers and Geosciences, v. 112, p. 76–82, 1 mar. 2018.

CAMPOS, L. F. B. Metados digitas: revisão bibliográfica da evolução e tendências por meio de categorias funcionais. Encontros Bibli, Florianópolis, v. 12, n. 23, p. 16–46, 2007.

CARVALHEIRO, J. R. et al. Clássicos em Doença de Chagas: história e perspectivas no centenário da descoberta. Rio de Janeiro: Ed. Fiocruz, 2009.

CATARINO, M. E.; SOUZA, T. B. A representação descritiva no contexto da web semântica. Transinformação, Campinhas, v. 24, n. 2, p. 77–90, ago. 2012.

CHARLES, V.; FREIRE, N.; ISAAC, A. Links, languages and semantics: linked data approaches in The European Library and Europeana. In: IFLA WORLD LIBRARY AND INFORMATION CONGRESS, 2014, Lyon. [Annals]. Lyon: IFLA, 2014. Disponível em: <http://ifla2014-satdata.bnf.fr/pdf/iflalld2014_submission_ Charles_Freire_Isaac.pdf>. Acesso em: 8 nov. 2019.

COUTINHO, M.; DIAS, J. C. P. A descoberta da Doença de Chagas. Cadernos de ciência & tecnologia, Brasília, DF, v. 16, n. 2, p. 11–51, 1999.

D’AQUIN, M.; NOY, N. F. Where to Publish and Find Ontologies? A Survey of Ontology Libraries. Journal of Web Semantics, v. 11, p. 96-111, 2012

DAHLSTRÖM, M.; HANSSON, J.; KJELLMAN, U. ‘As We May Digitize’: Institutions and Documents Reconfigured. LIBER Quarterly, Munich, v. 21, n. 3–4, p. 455, 2012.

DELAPORTE, F. Chagas, a lógica da descoberta. História, ciências, saúde, Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, p. 39–53, 1994.

EUROPEANA FOUNDATION. Definition of the Europeana Data Model v5.2.8. Den Haag: [s.n.], 2017. Disponível em: https://pro.europeana.eu/files/Europeana_Professional/Share_your_data/ Technical_requirements/EDM_Documentation/EDM_Definition_v5.2.8_102017.pdf. Acesso em: 12 jun. 2019a.

EUROPEANA FOUNDATION. Europeana Data Model Documentation. Den Haag: [s.n.], 2017. Disponível em: <https://pro.europeana.eu/resources/standardization-tools/edm-documentation>. Acesso em: 29 nov. 2018b.

FREIRE, N.; CHARLES, V.; CHAMBERS, S. Análise do Europeana Data Model no Contexto das Bibliotecas e de conteúdos de texto integral. Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas, n. 11, p. 1–9, 2012.

GRANATO, M.; LOURENÇO, M. C. Reflexões sobre o Patrimônio Cultural da Ciência e Tecnologia na Atualidade. Revista Memória em Rede, Pelotas, v. 2, n. 4, p. 85–104, 2011.

GRANATO, M.; SANTOS, F. P. Os museus e a salvaguarda do Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia no Brasil. In: MAST, 30 anos de pesquisa: Museologia e Patriônio. Rio de Janeiro: Museu de Astronomia e Ciências Afins, 2015. p. 79–119.

GUIMARÃES, J. A. C. Análise de domínio como perspectiva metodológica em organização da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 41, n. 1, p. 13–21, 2014.

HJØRLAND, B. Domain analysis in information science. Journal of Documentation, London, v. 58, n. 4, p. 422–462, 2002.

HJØRLAND, B.; ALBRECHTSEN, H. Toward a new horizon in information science: Domain‐analysis. Journal of the American Society for Information Science, New York, v. 46, n. 6, p. 400–425, 1995.

IEEE Standard Glossary of Software Engineering Terminology," in IEEE Std 610.12-1990 , vol., no., pp.1-84, 31 Dec. 1990, doi: 10.1109/IEEESTD.1990.101064.

LIMA, J. A. O. Interoperabilidade semântica no LexML. In: BRASIL. Ministério do planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação. Panorama da interoperabilidade no Brasil. Brasília: Ministério do planejamento, Orçamento e Gestão, 2010.

KROPF, S. P. Doença de Chagas, Doença do Brasil: ciência, saúde e nação, 1909-1962. Rio de Janeiro: Ed. Fiocruz, 2009.

KROPF, S. P.; LACERDA, A. L. DE. Carlos Chagas: um cientista do Brasil. Rio de Janeiro: Ed. Fiocruz, 2009.

LAGE, M. O. P. Abordar o Património Documental: territórios, práticas e desafios. Guimarães: Universidade do Minho, 2002.

LEWINSOHN, R. The discovery of trypanosoma cruzi and of american trypanosomiasis: foot-notes to the history of chagas’s disease. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene, London, v. 73, n. 5, p. 513–522, 1979.

MAKRIS, K. et al. Metadata management and interoperability support for Natural History Museums. In: AALBERG, T. et al. (eds.). Research and Advanced Technology for Digital Libraries: TPDL 2013. Berlin: Springer, 2013. p. 120–131.

MAROEVIC, I. The phenomenon of cultural heritage and the definition of a unit of material. Nordisk Museologi, Stockholm, n. 2, p. 135–142, 1998.

MARTINS, G. O. Património Cultural: realidade viva. Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos, 2020.

RODRIGUES, M. C. Patrimônio documental nacional: conceitos e definições. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v. 14, n. 1, p. 110, 2016.

SIEBRA, S. A. et al. Projetos de curadoria digital: um relato de experiências. Bibliotecas. anales de investigación, Habana, v. 14, n. 2, p. 164–178, 2018.

SIWECKA, D. Knowledge Organization systems used in European national libraries towards interoperability of the semantic Web. Advances in Knowledge Organization, Frankfurt, v. 16, p. 633–643, 2018.

SKEVAKIS, G. et al. Metadata management , interoperability and Linked Data publishing support for Natural History Museums. International Journal on Digital Libraries, New York, v. 14, p. 127–140, 2014.

SMIRAGLIA, R. P. Domain analysis of domain analysis for knowledge organization: Observations on an emergent methodological cluster. Knowledge Organization, Wurzburg, v. 42, n. 8, 2015.

SOUSA, A. M. C.; RIBEIRO, C. J. S. Relações biográficas do patrimônio cultural no modelo EDM: uma proposta de integração de acervos sobre Oswaldo Cruz. In: ENCONTRO IBÉRICO EDICIC, 9, Barcelona. Anais. Barcelona: [s.n.], 2019.

TRIQUES, M. L.; ARAKAKI, A. C. S.; CASTRO, F. F. DE. Aspectos da representação da informação na curadoria digital. Encontros Bibli, Florianópolis v. 25, p. 1–21, 8 maio 2020.

UKOLN. Interoperability focus: looking at interoperability, 2005. Disponível em: <http://www.ukoln.ac.uk/interop-focus/about/l eaflet.html>. Acesso em: 10 jul. 2020.

UNESCO. Memory of the World: general guidelines to safeguard documentary heritage. Paris: UNESCO, 2002. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000125637. Acesso em: 4 abr. 2020.

UNESCO. General Guidelines of UNESCO Memory ot the World Programme. Paris: UNESCO, 2017. Disponível em: https://en.unesco.org/sites/default/files/mow_draft_guidelines_approved_1217.pdf. Acesso em: 4 abr. 2020.

ZIKU, M. Digital Cultural Heritage and Linked Data: Semantically-informed conceptualisations and practices with a focus on intangible cultural heritage. LIBER Quarterly, Munich, v. 30, p. 1–16, 15 abr. 2020.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

Ribeiro, C. J. S., Sousa, A. M. C. de, & Borges, M. M. (2020). PROPOSTA DE INTEGRAÇÃO DE RECURSOS DO PATRIMÔNIO CULTURAL CIENTÍFICO NO MODELO EDM: uma perspectiva de representação de um domínio temático. BIBLOS, 34(2). https://doi.org/10.14295/biblos.v34i2.11864