DIÁLOGO ENTRE COMUNICAÇÂO E DIVULGAÇÂO CIENTÍFICA: reflexões para o desenvolvimento de habilidades em competência crítica da informação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/biblos.v34i1.11284

Palavras-chave:

Comunicação científica, Divulgação científica, Desinformação, Competência crítica da informação.

Resumo

O presente artigo objetiva investigar as interações entre a comunicação e a divulgação científica e refletir sobre como a ciência pode ser melhor compreendida e assimilada pelo público leigo. Trata-se uma pesquisa bibliográfica baseada em artigos de periódicos científicos, livros e jornalismo científico sobre comunicação científica, divulgação científica, contexto informacional contemporâneo e competência crítica da informação. Conclui-se que o desenvolvimento de competência crítica da informação é uma habilidade essencial para aperfeiçoar o diálogo entre comunidade cientifica, mediadores da informação científica e público em geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Vasconcelos Amaral, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestranda em Gestão da Informação pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Especialista em Inovação em Tecnologias Educacionais pela Universidade Anhembi Morumbi e bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atua como bibliotecária na Universidade Federal de Lavras (UFLA).

Jordan Paulesky Juliani, Universidade do Estado de Santa Catarina

Professor no Departamento de Educação Científica e Tecnológica da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Doutor em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Referências

ALBAGLI, S. Divulgação científica: informação científica para cidadania. Ciência da Informação, Brasília, v. 25, n. 3, p. 396-404, set./dez.1996. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/639/643. Acesso em: 10 abr. 2020.

BOURDIEU, P. O campo científico. In: ORTIZ, R. (Org). Pierre Bourdieu: sociologia. São Paulo: Ática, 1983. p.122-155. (Grandes Cientistas Sociais, 39). Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3001954/mod_resource/content/0/Renato%20Ortiz%20%28org.%29.-A%20sociologia%20de%20Pierre%20Bourdieu.pdf. Acesso em: 06 abr. 2020.

BOURDIEU, P. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.

BOURDIEU, P. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo científico. São Paulo: UNESP, 2004. Disponível em: https://cienciastecnologiassociedades.files.wordpress.com/2011/10/pierre_bourdieu_-_os_usos_sociais_da_cic3aancia.pdf. Acesso em: 06 abr. 2020.

BRISOLA, A. C. C..; RAMOS JUNIOR, M. A. C. O bibliotecário como um fator estratégico de marketing e de aprimoramento da competência crítica em informação. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 16, p. 1-21, 2020. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/1324/1163. Acesso em: Acesso em: 14 abr. 2020.

BRISOLA, A. C.; ROMEIRO, N. L. A competência crítica em informação como resistência: uma análise sobre o uso da informação na atualidade. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 14, n. 3, p. 68-87, set./dez. 2018. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/ article/view/1054/1054. Acesso em: 03 fev. 2019.

BRISOLA, A. C.; SCHNEIDER, M.; SILVA JÚNIOR, M. J. F. Competência crítica em informação, ética intercultural da informação e cidadania global na era digital: fundamentos e complementaridades. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 18., 2017, Marília. Anais eletrônicos... Marília: UNESP: 2017. Disponível em: http://enancib.marilia.unesp.br/index.php/xviiienancib/ENANCIB/paper/view/417. Acesso em: 10 abr. 2020.

BUENO, W. C. Comunicação cientifica e divulgação científica: aproximações e rupturas conceituais. Informação & Informação, Londrina, v. 15, n. esp, p. 1-12, dez. 2010. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/6585. Acesso em: 10 abr. 2020.

BUENO, W. da C. B. Jornalismo cientifico: revisitando o conceito. In: VICTOR, C.; CALDAS, G.; BORTOLIERO, S. (Org.). Jornalismo científico e desenvolvimento sustentável. São Paulo: All Print, 2009. p.157-78.

COIMBRA JUNIOR, C. E. A. Desafios à avaliação da literatura científica: a revisão pelos pares. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 19, n. 5, p. 1224-1225, Out. 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v19n5/17795.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020.

FRIGERI, M. MONTEIRO, M. S. A. Qualis Periódicos: indicador da política científica no Brasil? Revista Estudos de Sociologia, Araraquara, v. 19, n. 37, p. 299-315, jul.-dez. 2014. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/estudos/article/view/6266/5227. Acesso em: 14 abr. 2020.

KARHAWI, I. Influenciadores digitais: conceitos e práticas em discussão. In: CONGRESSO BRASILEIRO CIENTÍFICO DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL E RELAÇÕES PÚBLICAS, 11., 2017, Belo Horizonte. Anais eletrônicos... Porto Alegre: PUCRS, 2017. Disponível em: https://editora.pucrs.br/acessolivre/anais/abrapcorp/assets/edicoes/2017/arquivos/15.pdf. Acesso em: 06 abr. 2020.

MEDIAVILLA, D. A indústria do açúcar está há décadas manipulando a ciência. El País, [S.l.], 23 nov. 2017. Disponível em: <https://brasil.elpais.com/brasil/2017/11/22/ciencia/1511374173_530869.html>. Acesso em: 06 abr. 2020.

MILLER, J. D. Scientific literacy: a conceptual and empirical review. Daedalus, [S.l.], v. 112, n. 2, p. 29-48, Spring 1983. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/20024852?seq=1. Acesso em: 06 abr. 2020.

MIRANDA, D. B. de; PEREIRA, M. de N. F. O Periódico Científico como Veículo de Comunicação: uma Revisão de Literatura. Ciência da Informação, Brasília, v. 25, n. 3, set./dez.. 1996. ISSN 1518-8353. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/636/640. Acesso em: 14 abr. 2020.

MUELLER, S. P. M. A ciência, o sistema de comunicação científica e a literatura científica. In: CAMPELLO, B. S.; CENDÓN, B. V.; KREMER, J. M. (Org.). Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: UFMG, 2000. Cap. 1, p.21-34.

NESTLE, M. Food politics: how the food industry influences nutrition and health. 10th ed. rev. exp. Berkeley: University of California, 2013. Disponível em: https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=39oVBbtt6IEC&oi=fnd&pg=PP1&dq=Marion+Nestle&ots=2Y-Nf3YDOD&sig=FWIYSIxeVQ_FdlvL_NHp_Wyq3bU#v=onepage&q=Marion%20Nestle&f=false. Acesso em: 06 abr. 2020.

NOGUEIRA, S. O obscurantismo do século 21. Superinteressante, [S.l.], 3 jan. 2019. Disponível em: https://super.abril.com.br/opiniao/o-obscurantismo-do-seculo-21/. Acesso em: 06 abr. 2020.

SASSERON, L. H.; CARVALHO, A. M. P. de. Alfabetização científica: uma revisão bibliográfica. Investigações em ensino de ciências, Porto Alegre, v. 16, n. 1, p. 59-77, mar. 2011. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/246/172. Acesso em: 06 abr. 2020.

Downloads

Publicado

2020-09-15

Como Citar

Vasconcelos Amaral, F., & Paulesky Juliani, J. (2020). DIÁLOGO ENTRE COMUNICAÇÂO E DIVULGAÇÂO CIENTÍFICA: reflexões para o desenvolvimento de habilidades em competência crítica da informação. BIBLOS, 34(1), 6–18. https://doi.org/10.14295/biblos.v34i1.11284

Edição

Seção

Artigos