Selección del valor inicial en la generación de números seudoaleatórios com el algoritmo RAN3

José Maria Monserrat, Guillermo Ramos

Resumo


Influência na seleção do valor inicial na geração de números aleatórios com o algoritmo RAN3. No estudo de populações biológicas empregam-se com freqüência modelos de simulação em computador com o objetivo de estudar o comportamento dos parâmetros populacionais. Os trabalhos de simulação precisam da geração de números aleatórios. Eles são obtidos com um algoritmo que gera números a partir de uma distribuição Uniforme (0,1). A geração dos números pseudo-aleatórios precisa de um valor inicial ou semente. Neste trabalho foi estudada a qualidade dos números pseudo-aleatórios gerados pelo algoritmo RAN3. Para isso, foram obtidas sementes de 8 dígitos, extraindo com reposição números de 0 a 9 de uma caixa. Logo o número primo mais perto desse valor foi escolhido e empregado como semente. Foram ensaiadas 50 sementes diferentes, gerando-se 100.000 números com cada uma delas. Os resultados obtidos mostraram que, empregando um número primo escolhido ao acaso como semente, o algoritmo RAN3 gerou números cuja distribuição não foi diferente de uma Uniforme (0,1). Portanto, recomenda-se o emprego do algoritmo RAN3 em estudos de simulação.

Palavras-Chave: geração de números pseudo-aleatórios, simulação por computador, distribuição Uniforme (0,1)



Vetor, ISSN Impresso: 0102-7352, E-ISSN: 2358-3452, Rio Grande - RS. Brasil.