ALÉM DE WATTS E ZIMMERMAN: A PRECURSÃO DA TEORIA POSITIVA DA CONTABILIDADE NOS ESTUDOS DE DUMARCHEY E A INFLUÊNCIA DOS AUTORES NA LITERATURA CONTÁBIL PERMANENTE NO BRASIL

Michele Josiane Rutz Buchweitz, Thais Aparecida Pereira, Ana Paula Capuano da Cruz, Marco Aurélio Gomes Barbosa

Resumo


A teoria positiva da contabilidade busca trazer cientificidade à área. Como forma de promover a construção de conhecimento, a comunidade acadêmica apoia-se em literaturas que exibem diferentes vieses e, no Brasil, recorre frequentemente ao uso de instrumentos quantitativos para o desenvolvimento de investigações. Nesse sentido, esta pesquisa buscou identificar o viés da teoria positiva na literatura permanente brasileira. Abarcando uma discussão sobre similaridades e contrapontos da teoria positiva da contabilidade de Dumarchey e Watts e Zimmerman, empregou-se a técnica de análise de conteúdo para exploração de seis livros nacionais. Os achados indicam a existência de traços da abordagem norte-americana provenientes de Watts e Zimmerman (1986) e do francês Dumarchey (1943), havendo predominância do enfoque norte-americano. Os traços identificados subdividem-se em duas esferas: uma visão mais mercadológica, validando a qualidade da informação voltada aos mercados de capitais, por meio de testes de hipóteses, e um resgate histórico, que prima pelo entendimento da transformação da contabilidade como ciência, perpassando pelas diversas escolas do pensamento contábil, sem ignorar a corrente norte-americana.

Palavras-chave


Teoria Positiva da Contabilidade. Dumarchey. Watts e Zimmerman.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.17648/sinergia-2236-7608-v23n1-8136

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


SINERGIA, ISSN eletrônico: 2236-7608 / ISSN impresso: 0102-7360, Rio Grande, Brasil

.......

Indexadores

PROPESQ PROPESQ Genamics JournalSeek PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ AmeliCA