A presença brasileira nas dinâmicas globais: considerações sobre a candidatura nacional ao posto de membro permanente do conselho de segurança da ONU

Autores

  • Marcelo Zepka Baumgarten
  • Rafael Vargas Hetsper

DOI:

https://doi.org/10.14295/juris.v12i0.927

Palavras-chave:

Protagonismo internacional, conselho de segurança, diplomacia, Itamaraty, international protagonism, Security Council, diplomacy

Resumo

Dono de uma atuação internacional que se pode considerar restrita, herança de seus tempos de colônia e da ignorância de seu povo, o Brasil vem nos últimos anos promovendo uma verdadeira cruzada em busca daquilo que se poderia chamar de "protagonismo global". Este artigo se propõe discutir de maneira clara a mudança de atitude demonstrada pelo Governo e, principalmente, pelo Itamaraty nesta nova era das relações mundiais. Busca ressaltar igualmente decisões, histórico e reflexos de atividades paralelas estabelecidas por nosso corpo diplomático, bem como descrever a postura brasileira no cenário político-militar da ONU, além de debater sobre as reais possibilidades e ofendículos à concretização do sonho nacional de integrar de maneira perpétua o Conselho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Zepka Baumgarten

Professor substituto do Departamento de Ciências Jurídicas - FURG. Especialista em Gestão Portuária e Comércio Exterior pela Universidade Federal do Rio Grande.

Mais informações: Currículo Lattes

Rafael Vargas Hetsper

Atualmente ocupa o cargo de Assistente Especial I na Secretaria Estadual da Saúde do Estado do Rio Grande do Sul, lotado junto à 3 Coordenadoria Regional de Saúde de Pelotas. Mestrando em Ciências Sociaispela Universidade Federal de Pelotas.

Mais informações: Currículo Lattes

Downloads

Publicado

2009-06-11

Como Citar

Baumgarten, M. Z., & Hetsper, R. V. (2009). A presença brasileira nas dinâmicas globais: considerações sobre a candidatura nacional ao posto de membro permanente do conselho de segurança da ONU. JURIS - Revista Da Faculdade De Direito, 12, 7–16. https://doi.org/10.14295/juris.v12i0.927

Edição

Seção

Artigos