As Políticas Públicas de transferência direta de renda na América Latina: uma análise de política comparada

Hemerson Luiz Pase, Claudio Corbo

Resumo


Este artigo tem o objetivo de descrever e comparar as políticas públicas que enfrentam o problema social da pobreza em seis países da América Latina: México, Brasil, Uruguai, Paraguai, Bolívia e Argentina. O problema que nos instiga é qual a motivação para o empreendimento de políticas públicas redistributivas de transferência de renda em benefício dos pobres? A hipótese afirma que tais políticas públicas são consequência da redemocratização, da assunção de elites políticas reformistas e de partidos ou coalizões políticas com programas marcados pela concepção do Welfare State. A metodologia de política comparada que maximiza as diferenças para identificar as semelhanças parece a mais adequada para realizar nosso intento. Os resultados comprovam que embora a vasta gama diferenças entre os programas, a democracia e o acesso de elites reformistas e desenvolvimentistas são variáveis independentes comuns.

Palavras-chave


Política social; Transferência de renda; Política comparada

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/juris.v24i0.6340

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




JURIS - Revista da Faculdade de Direito, ISSN: 1413-3571, E-ISSN: 2447-3855, Rio Grande/RS, Brasil. Contato: revistajuris.furg@gmail.com
 
 
 
 
 

Indexadores

  PROPESQ   PROPESQ     PROPESQ 

PROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQPROPESQ